Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Adilson tem dois dias para escolher substitutos de Yotún e Juninho

Rio de Janeiro (RJ)

Em meio à euforia do empate heroico com o Santos no Maracanã e a angústia pela grave lesão de Juninho Pernambucano, Adilson Baptista precisa entrar em ação rapidamente. O próximo compromisso do Cruz-maltino está marcado já para esta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília) diante do Grêmio, deixando apenas dois dias para o técnico definir o substituto para o Reizinho da Colina.

O veterano meio campista sofreu lesão no músculo adutor da coxa direita – há suspeita de ruptura de um tendão – e, desesperado pela fatalidade na reta final do Campeonato Brasileiro, chegou a cogitar a aposentadoria no futebol ao fim desta temporada. Com isso, Adilson quebra a cabeça para armar a equipe titular do Gigante para encarar o Tricolor Gaúcho.

Durante o empate em 2 a 2 com o Santos, o treinador testou Jhon Cley na posição, mas logo apostou em Bernardo para buscar o resultado. Contra o primeiro, o que pesa é a falta de experiência. Já a falta de ritmo pode deixar o meia-atacante no banco de reservas. A entrada de um volante, adiantando Pedro Ken para a armação, também pode acontecer.

As dúvidas de Adilson, no entanto, não param por aí. O lateral esquerdo Yoshimar Yotún recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Peixe, enquanto o jovem Henrique se recupera de lesão. Dessa maneira, o comandante vascaíno terá de apelar para improvisações. O favorito à vaga é o volante Wendell, que chegou a atuar no setor no começo do ano.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade