Futebol - ( )

Adorado por Tite, Guerrero diz não se preocupar com Mano: “Preciso?"

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Paolo Guerrero é certamente um dos jogadores do Corinthians mais valorizados por Tite, que não se cansa de elogiar o peruano e ressaltar sua importância, mencionando constantemente a maior média de gols da equipe com ele em campo. Embora triste com a saída do gaúcho no fim do ano, o centroavante diz não estar preocupado com a chegada de outro, Mano Menezes.

“Preocupado? Você acha que preciso?”, sorriu o carismático camisa 9, usando na sequência palavras bem adequadas a um mano de Tite. “É provando no campo. Acho que no campo o professor vai decidir. Só trato de fazer o meu trabalho e dar todo o melhor de mim para o time.”

É fácil imaginar que, ficando Alexandre Pato, o novo treinador terá como missão valorizar o jogador por quem o clube pagou R$ 40 milhões. Pode sobrar para Guerrero, ainda que seu atual chefe julgue mais produtivo que o atacante brasileiro renda mais partindo da esquerda para o meio, com o peruano de pivô.

Divulgação/Agência Corinthians
O peruano Paolo Guerrero vê com tristeza a saída de Tite do Corinthians (foto: Rodrigo Coca)
Por essa questão tática e pela afinidade, apesar de se dizer despreocupado, o camisa 9 ficou chateado quando soube que Tite deixará o Corinthians ao fim do Campeonato Brasileiro. Sob seu comando, o jogador conquistou o Mundial de 2012, fazendo os gols do histórico título, e levou também o Paulista e a Recopa Sul-americana de 2013.

“É uma tristeza grande. Fiquei um ano e meio trabalhando com um grande treinador. Nem preciso falar que é um grande treinador, porque ele já demonstrou isso ganhando tudo. O time todo está triste pela saída, mas assim é o futebol, a pessoa não sabe até quando fica em um lugar. É só desejar tudo de bom para o professor Tite onde ele seguir sua carreira”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade