Futebol/Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Pressionado, Botafogo nega facilidade e valoriza reservas do São Paulo

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O Botafogo começou a sua preparação para a partida deste domingo, às 19h30 (de Brasília), diante do São Paulo, no Morumbi, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. A tendência é que o Tricolor paulista, a exemplo do que aconteceu na derrota de 2 a 1 para o Fluminense, mande a campo uma formação recheada de reservas, já que vem priorizando a disputa da Copa Sul-Americana. Apesar disso, os botafoguenses preferem não esperar facilidades e minimizam a formação do rival.

"O nosso pensamento está no time do Botafogo e na maneira como a gente deve se comportar dentro de campo e não com os jogadores que serão escalados pelo adversário. O Botafogo precisa ganhar os três jogos restantes neste Campeonato Brasileiro para atingir o objetivo de disputar a próxima Copa Libertadores. É apenas nisso que devemos pensar", disse o atacante Elias.

Pensamento parecido tem o goleiro Jéfferson. "O Botafogo precisa pensar apenas na sua preparação e em encontrar a melhor maneira de conquistar uam vitória sobre o São Paulo, independentemente de o adversário escalar titulares ou reservas. Nós sabemos que vamos encontrar dificuldades de qualquer maneira, pois o elenco do São Paulo tem muita qualidade e boas peças de reposição. Se formos a campo achando que vamos encontrar facilidades teremos muitos problemas e poderemos ser surpreendidos. É fundamental encararmos a partida como uma decisão", afirmou o arqueiro.

Divulgação/Botafogo F. R.
Fora da Libertadores desde 1996, o Fogão está fora do G-4 e tem de conseguir grande desempenho para voltar

O atacante Rafael Marques lembrou que os reservas do São Paulo criaram muitas dificuldades ao Fluminense no domingo passado. O time carioca só conseguiu marcar o gol da vitória, anotado pelo zagueiro Gum, nos acréscimos do segundo tempo. "O São Paulo não usou seus jogadores considerados titulares contra o Fluminense e mesmo assim fez jogo duro no Maracanã. Agora eles vão jogar contra o Botafogo no Morumbi, onde são muito mais fortes e contam com o apoio dos torcedores. Portanto, não podemos esperar nenhum tipo de facilidade. Temos que nos comportar da mesma maneira, independentemente de como eles estejam escalados", disse.

Para a partida contra o São Paulo, o Botafogo terá o desfalque do zagueiro Bolívar, que foi expulso na goleada por 4 a 0 aplicada no Atlético-PR. Dankler será o substiututo. O volante Marcelo Mattos volta a ficar à disposição após suspensão cumprida diante dos paranaenses. Ele disputa posição com Renato, um dos melhores contra o Furacão. Nesta quarta-feira, o elenco volta a treinar na parte da manhã, e o técnico Oswaldo de Oliveira vai começar a projetar a escalação que vai a campo contra os paulistas.

Com 57 pontos conquistados, o Botafogo precisa de pelo menos mais sete para conquistar a vaga na Copa Libertadores. Além do São Paulo, o time vai visitar o Coritiba no Estádio Couto Pereira, em Curitiba, e fecha a sua participação neste Brasileirão recebendo o Criciúma, no Maracanã. Fora de campo a diretoria voltou a confirmar que ainda não contratou nenhum jogador para a próxima temporada e que o planejamento para 2014 depende da classificação para a a competição continental.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade