Futebol/Bola de Ouro da Fifa - ( - Atualizado )

Ancelotti diz: “É preciso coragem para não dar a Bola de Ouro a Cristiano”

Madri (Espanha)

Segue cada vez maior a pressão para que a Fifa entregue a Bola de Ouro de 2013 a Cristainao Ronaldo. Após o próprio português dizer que merece ser nomeado o melhor jogador do planeta, foi a vez de o treinador do Real Madrid, Carlo Ancelotti, fazer lobby pelo camisa 7. Em entrevista ao site oficial do clube merengue, o comandante ressaltou as qualidades do atacante e afirmou que não tem como outro atleta ser condecorado pela entidade máxima do futebol mundial em janeiro do ano que vem.

“Eu gosto muito de ver o Cristiano jogar, porque ele está em um momento verdadeiramente incrível. Joga de uma maneira extraordinária. É necessário muita coragem para não lhe darem a Bola de Ouro. Espero que ganhe, porque ele merece”, disse Carlo Ancelloti, antes de acrescentar: “Eu vi o jogo contra a Suécia, e me perguntei se é verdade que este jogador atua no Real Madrid. Agora é difícil falar dele, porque todo mundo vê que atualmente ele é o número um”, enfatizou.

No jogo a que Ancelotti se referiu, Cristiano Ronaldo anotou três gols e liderou a seleção portuguesa não só à vitória por 3 a 2 sobre a Suécia, como também à classificação para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Além desta partida, o astro vem brilhando pelo Real Madrid. Ele é o artilheiro do Campeonato Espanhol com 16 gols em 13 jogos e, recentemente, atingiu a marca de 402 redes balançadas na carreira.

AFP
Ancelotti rasgou elogios a Cristiano Ronaldo, dizendo ser injusto que ele não seja eleito o melhor do mundo

Para o goleiro e um dos maiores ídolos da história do Real Madrid, Iker Casillas, seria uma grande surpresa se a Bola de Ouro não fosse entregue a Cristiano Ronaldo. “Eu votei nele. Cristiano merece, porque está fazendo uma temporada espetacular. Eu me surpreenderia muito se não lhe dessem a Bola de Ouro. Cada um tem o seu critério, uns valorizam títulos, outros a forma de jogar, mas eu me empolgo com gols. Fazer mais de 90 em 80 jogos é uma barbaridade”, ressaltou o arqueiro espanhol.

A entrega da Bola de Ouro da Fifa, que premia o melhor jogador do mundo na temporada, será realizada no dia 13 de janeiro de 2014. Antes disto, em 9 de dezembro, entretanto, os cinco finalistas serão revelados pela entidade, que, nos últimos quatro anos, condecorou Lionel Messi com o máximo título individual do futebol mundial. Nestas ocasiões, foi praticamente impossível não perceber o desapontamento de Cristiano Ronaldo, que, em 2013, deve chegar à sua segunda conquista – ele foi eleito em 2008, quando ainda atuava pelo Manchester United.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade