Futebol/Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Após atraso, André é cortado por Adilson Batista e não pega o Coxa

Rio de Janeiro (RJ)

Quando foi apresentado como novo treinador do Vasco, na última quarta-feira, no Rio de Janeiro, Adilson Batista disse que cobraria profissionalismo e responsabilidade dos jogadores para ajudar a encerrar a má fase do time, antepenúltimo colocado do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, então, já deu mostras de que cumprirá com a sua palavra. Artilheiro do Cruz-maltino na competição nacional, André, que chegou atrasado ao treinamento da última quinta, foi cortado pelo novo comandante e não viajará à Macaé para enfrentar o Coritiba, neste sábado, pela 32ª rodada do campeonato.

O atacante demorou para se dirigir às atividades da última quinta-feira e não treinou sequer entre os reservas. Ainda antes da chegada de Adilson, ele já havia sido chamado para um conversa com a diretoria do Vasco após ser visto em algumas noitadas nas últimas semanas. Assim, já tinha perdido a vaga de titular para o jovem Thalles, que ganhou a confiança do ex-treinador, Dorival Júnior, e agradou.

"Na minha presença, cobrarei dedicação, comprometimento, companheirismo, respondibilidade, lealdade e profissionalismo. Eu valorizo muito essas coisas. A cabeça tem que estar boa e focada, com todo mundo atento. Não é a primeira, nem vai ser a última vez que vou fazer escolhas. Normal", justificou o técnico.

Entretanto, André ainda não havia se ausentado de nenhuma partida do time desde que sentou no banco de reservas. Algo que acontecerá neste sábado, diante do Coritiba, no estádio Moacyrzão. Ele foi barrado por Adilson Batista e sequer viajará com o restante do elenco para Macaé, onde o clube treina nesta sexta e joga no sábado.

Em 24 partidas no Campeonato Brasileiro, o atacante anotou 11 gols e se estabilizou como o artilheiro da equipe no ano. Pertencente ao Atlético-MG, ele chegou a São Januário em maio emprestado pelo Santos e dificilmente permanecerá no Rio de Janeiro para a próxima temporada. Assim, com a ausência no duelo deste sábado, às 19h30 (de Brasília), ele erá apenas seis jogos para tentar livrar o Vasco do rebaixamento á Série B.

Divulgação/Vasco da Gama
Corte de André da partida contra o Coritba, neste sábado, é reflexo da chegada de Adilson Batista ao Vasco

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade