Futebol/Copa do Brasil - ( )

Após eliminação, Goiás junta os cacos e concentra forças no Brasileiro

Rio de Janeiro (RJ)

Ausente da Copa Libertadores da América desde 2006 – ano de sua primeira e única participação no torneio internacional-, o Goiás esteve muito perto de voltar a garantir um lugar no principal campeonato do continente. Chegou até a semifinal da Copa do Brasil – que dá uma vaga à competição -, mas acabou eliminado pelo Flamengo após duas derrotas por 2 a 1, em Goiânia e no Rio de Janeiro.

Após a partida, os jogadores esmeraldinos evitaram o abatimento pela não classificação à final e já pediram atenção e foco total na disputa do Campeonato Brasileiro. Neste momento, o time alviverde é o quinto colocado da competição nacional com 52 pontos e está a apenas um do grupo dos quatro primeiros, que garantem vaga na próxima Copa Libertadores da América.

“Nós jogamos bem as duas partidas e os detalhes acabaram determinando a nossa eliminação. Os gols que a gente levou em casa acabaram sendo determinantes. O time foi guerreiro e lutou até onde deu. Foco agora é total no Brasileiro”, disse o lateral-direito Vítor, titular nas duas partidas e autor do único gol do Goiás no duelo de ida, no Serra Dourada.

Para o zagueiro Rodrigo, o segundo tento do Flamengo no jogo desta quarta-feira, anotado após cobrança de lateral, foi determinante para a eliminação goiana. Ele disse que ela foi originada após um erro constante do Esmeraldino na temporada. Apesar disto, não diminuiu a excelente campanha realizada pela equipe do Centro-Oeste do País no segundo maior torneio do futebol nacional.

“Quando avançamos em uma competição, pensamos em algo mais. O time está de parabéns porque lutou do começo ao fim. Infelizmente nós tomamos novamente um gol originado de uma cobrança de lateral. Acabou pesando o placar da primeira partida”, afirmou, antes de acrescentar: “A equipe está de parabéns pela campanha. Infelizmente, não deu para passar para a final”.

Discurso parecido adotou o volante David. Ele lamentou a eliminação nas semifinais na Copa do Brasil, mas elogiou o bom torneio realizado pela equipe e pediu foco total no restante do Campeonato Brasileiro. “É lógico que eu gostaria de ver o Goiás na final. Porém, a gente não conseguiu tirar vantagem na partida de volta. Agora a gente precisa levantar a cabeça e tentar buscar uma vaga na Libertadores pelo Campeonato Brasileiro”, analisou.

Já eliminado da Copa do Brasil, mas com boas chances de se classificar à Copa Libertadores da América via Brasileirão, o Goiás reencontra o Flamengo já neste sábado, às 21 horas (de Brasília), pela 33ª rodada da competição nacional. Uma vitória fará com que o Esmeraldino inicie o domingo no G-4 do Campeonato Brasileiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade