Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Após horas de reunião, Kleina e clube acertam renovação verbalmente

São Paulo (SP)

Uma reunião que começou no início da tarde e terminou há poucos minutos gerou reviravolta na situação de Gilson Kleina. O técnico e o Palmeiras acertaram verbalmente a renovação do contrato por mais uma temporada, até dezembro de 2014.

O novo contrato, que garante o treinador no início do ano do centenário do clube, será assinado nesta quarta-feira, quando Kleina e o presidente Paulo Nobre darão entrevista coletiva na Academia de Futebol, às 16 horas (de Brasília).

Ainda não foram divulgados detalhes do acerto, mas o técnico não se mostrava disposto ainda nesta terça-feira a aceitar a redução salarial proposta pelo clube, mesmo com a possibilidade de somar R$ 6 milhões no ano caso atingisse todos os objetivos. A cobrança era também por reforços.

A conclusão pela permanência do treinador foi definida em conversa que envolveu Kleina, Nobre e o diretor executivo José Carlos Brunoro, com quem o técnico não mantém boa relação. A viagem de Brunoro à Argentina para negociar com Marcelo Biela - sem acerto por não ter R$ 1 milhão por mês para pagar a comissão técnica do argentino - sem avisar o atual comandante do Verdão foi mal digerida por Kleina.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Treinador acertou renovação até dezembro de 2014 e assinará o novo contrato na tarde desta quarta-feira
O treinador atingiu os dois objetivos traçados pela diretoria para este ano, e com antecedência: garantiu o acesso seis rodadas antes do final da Série B e o título duas partidas antes da conclusão do torneio, que acaba neste sábado para o time diante da Chapecoense, em Santa Catarina.

O treinador chegou ao Verdão em setembro do ano passado e falhou na missão de evitar o rebaixamento. Sua passagem soma 81 jogos, com 41 vitórias, 18 empates e 22 derrotas. Um dos grandes trunfos dele foi o apoio público dos jogadores por sua permanência.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade