Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Aprovado para 2014, Rodrigo Caio espera encerrar ano com título

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Se muitos jogadores ainda não sabem se continuarão no São Paulo após dezembro, Rodrigo Caio é uma exceção dentro do elenco. O volante tem se destacado como zagueiro e renovou contrato com o clube no mês passado. Mas ainda não está contente: quer o título da Copa Sul-americana para fechar o ano com saldo positivo.

"O que vai acontecer no ano que vem, a gente deixa para a diretoria, para o professor (o técnico Muricy Ramalho). O pensamento do grupo é de ser campeão. Temos uma chance muito boa e vamos lutar por isso. É uma oportunidade de se valorizar, de marcar história", disse, nesta sexta-feira.

A chance, na realidade, não é tão boa assim. Ao contrário. Pela derrota por 3 a 1 no jogo de ida da semifinal, no Morumbi, o São Paulo agora precisará vencer a Ponte Preta por 3 a 0 - ou por dois gols de diferença, em vitórias de 3 a 1 para cima -, fora de casa, na próxima quarta-feira.

Antes disso, o time vai a campo contra o Botafogo, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. O jogo de domingo, segundo Muricy, será mais uma oportunidade de testar atletas que não vêm sendo utilizados, a fim de saber se terão ou não condições de continuar no clube para a próxima temporada. Na opinião de Rodrigo Caio, a maioria mostrou bom trabalho.

"Têm mais aprovados (do que reprovados)", respondeu, quando questionado. "Tivemos um começo de ano muito ruim, mas começamos a reverter. A evolução do time foi muito boa".

De fato, apesar da situação delicada na Sul-americana, o fim de ano poderia ser pior. Em 13 rodadas do Brasileiro, o São Paulo esteve entre os últimos quatro colocados, com alto risco de rebaixamento para a segunda divisão nacional, porém se reergueu na tabela com a chegada do atual treinador.

Rodrigo Caio foi uma das peças importantes para a recuperação, como zagueiro, mas ainda não sabe qual será sua posição em 2014. "Boa pergunta", riu. "Minha preferência é a zaga, onde me formei na base, mas deixo essa decisão para o Muricy. Estou à disposição para ser volante ou zagueiro".

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade