Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Argel cobra pênalti não dado e confia em reação do Criciúma

Criciúma (SC)

As primeiras palavras de Argel Fucks na entrevista depois do 1 a 1 com o Ponte Preta foram sobre a arbitragem. O treinador do Criciúma disse que não queria atrelar o empate à atuação de Ricardo Marques Ribeiro, mas cobrou pênalti não marcado quando seu time vencia.

"Não vou colocar culpa na arbitragem, mas temos que deixar registrado. Estava um a zero, e foi pênalti claro no Marlon", disse, com a ressalva de que o resultado poderia ter sido outro também se seus jogadores não tivesse desperdiçado tantas chances de gol, em especial na etapa final.

"Nós não tivemos capacidade e qualidade de colocar a bola para dentro. A partir do empate, virou ataque contra defesa. Tivemos duas bolas na trave, depois um cabeceio com o Wellington Paulista e uma bola com o Lins. Praticamente, quatro oportunidades claras", acrescentou.

Apesar dos lamentos - e da cobrança correta do pênalti cometido por Diego Sacoman em Marlon -, Argel demonstrou confiança na reação da equipe, que não vence há quatro rodadas e, com 33 pontos, segue na vice-lanterna, a seis rodadas para o término da competição nacional.

"Tem muito campeonato pela frente, tudo pode acontecer. Hoje estamos três pontos abaixo (do primeiro colocado fora da zona de rebaixamento). Tem muita água para rolar ainda. Complica? Complica. Mas vamos levantar a cabeça, trabalhar de novo. Não tem outra fórmula", frisou.

O próximo compromisso do Criciúma será no domingo que vem, diante do já rebaixado Náutico, fora de casa. "O torcedor pode esperar muita transpiração, vibração, dedicação", prometeu Argel.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade