Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Atletas do Corinthians negam falta de motivação em atuação apática

Rio de Janeiro (RJ)

A derrota por 1 a 0 para o Flamengo foi uma amostra de que há algum sentido na decisão da diretoria do Corinthians de fazer uma reformulação para a próxima temporada. Sem qualquer aspiração na tabela do Campeonato Brasileiro, a equipe teve uma atuação lenta, de pouca inspiração, na antepenúltima partida de Tite.

Renato Augusto, um poucos que buscaram o jogo com maior ímpeto, negou falta de motivação. “É claro que estamos frustrados pelo segundo semestre, mas isso não influenciou no nosso rendimento. Tanto que buscamos até o fim. É o que vamos fazer nos dois jogos que faltam, buscar as vitórias”, disse o meia.

Sem a acomodação dos que conquistaram tudo pelo clube, Cleber também mostrou bastante disposição no Maracanã. O zagueiro chegou ao Corinthians no segundo semestre e não consegue explicar a queda de rendimento do ainda campeão mundial.

“A gente está batalhando, não sabemos o que está acontecendo. A gente tentou e até teve oportunidades, mas não aproveitou. Perdemos o jogo em um chute. Mas temos mais duas rodadas e precisamos continuar batalhando”, comentou o zagueiro central.

Só Ralf admitiu que a produção ficou longe do que seria possível ao Corinthians no Rio de Janeiro. “Não é porque a gente não pode se classificar (para a Copa Libertadores) nem cair que pode ser o time que fomos hoje. Foi abaixo, tínhamos que dar um pouco mais”, resumiu o cabeça de área.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade