Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( )

Braga vence Atlético-GO, afunda rival na degola e respira na Série B

Bragança Paulista (SP)

A má campanha de Bragantino e Atlético-GO afastou o torcedor, mas aqueles que estiveram presentes na noite desta sexta-feira, no Estádio Nabi Abi Chedid, puderam ver uma importante vitória do time do interior paulista na luta contra o rebaixamento. No confronto direto, os anfitriões souberam fazer valer o mando de campo e garantiram o triunfo por 2 a 0, fundamental para ter mais tranquilidade nesta reta de final de Série B do Campeonato Brasileiro.

O primeiro gol do jogo saiu logo aos três minutos do primeiro tempo, com o centroavante Lincom. Desta forma, o Bragantino passou a ficar no campo de defesa e esperou o momento certo para dar números finais ao confronto. No início do segundo tempo, Cesinha voltou a balançar as redes e garantiu o triunfo do Massa Bruta.

Depois de começar a rodada perto da zona de rebaixamento, o Bragantino dá um passo importante na tabela de classificação com a vitória desta sexta-feira. O time do interior paulista chega aos 42 pontos, na 12ª posição, e abre sete do primeiro time na degola, que é justamente o Atlético-GO, com 35.

Na próxima rodada, o Bragantino tem mais um compromisso em casa para manter a recuperação na Série B. Nesta terça-feira, às 19h30 (de Brasília), o Massa Brita recebe o Icasa no Estádio Nabi Abi Chedid. No mesmo dia, às 21h50, o Atlético-GO segue a sua saga contra o Sport, no Serra Dourada.

Arte GE.Net
O jogo - No confronto direto contra o rebaixamento, o Bragantino não precisou de muito tempo para fazer os poucos torcedores - que compareceram ao Nabi Abi Chedid – comemorarem pela primeira vez. Ao pressionar o time visitante desde o apito inicial, os anfitriões abriram o placar logo aos três minutos do primeiro tempo.

O gol saiu na bola parada. Em cobrança de escanteio para o meio da área, Lincom ganhou dos zagueiros e inaugurou o marcador. Diante de um péssimo resultado logo no começo da partida, o Atlético-GO até tentou responder na sequência, com uma postura mais ofensiva, mas faltou pontaria.

Ainda no primeiro tempo, Cesinha teve duas chances de ampliar. Na primeira, o atacante parou no goleiro Márcio, enquanto, na segunda, carimbou a trave. E seguida, o Dragão também acertou o poste adversário com Adriano, mas ainda assim as equipes conseguiram alterar o placar antes do intervalo.

Na volta para o segundo tempo, a proposta do Bragantino era clara: esperar o Atlético-GO, desesperado por um bom resultado fora de casa, e aproveitar os espaços deixados pela equipe goiana em seu campo de defesa. A estratégia, para a alegria do treinador Marcelo Veiga, não demorou a dar resultado.

Aos 17 minutos do segundo tempo, o Bragantino acertou um ótimo contra-ataque. Ainda no campo de defesa, Preto teve a bola dominada e deixou para Magno lançar Cesinha. O atacante saiu em velocidade no lado direito, ganhou dos zagueiros, invadiu a área e acertou um belo chute no ângulo do goleiro Márcio.

Com o segundo gol do Bragantino, o Atlético-GO, que já não mostrava poder de reação ao longo do jogo, ficou completamente batido em campo. Já nos acréscimos, o time goiano ainda teve a chance de descontar em cobrança de pênalti, mas o goleiro Márcio acabou isolando a bola.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade