Futebol/Bastidores - ( )

Brasileiro do Real Betis é alvo de racismo durante clássico espanhol

Sevilha (Espanha)

Mais um jogador brasileiro acabou sendo vítima do racismo na Europa. Durante o clássico entre Sevilla e Real Betis, pelo Campeonato Espanhol, o zagueiro Paulão foi expulso de campo, chorou e ainda teve que ouvir alguns torcedores imitando sons de macacos no estádio Ramón Sánchez Pizjuán.

No final do primeiro tempo, quando o jogo ainda estava 1 a 0 para o mandante, o Sevilla, Paulão cometeu falta dura em um adversário, recebeu o segundo cartão amarelo e teve que ir aos vestiários do estádio mais cedo. Câmeras de televisão flagraram alguns torcedores xingando o atleta na saída do gramado.

O clássico local terminou apontando goleada de 4 a 0, mantendo o Real Betis na última colocação da competição nacional. O time de Paulão só tem nove pontos até agora e não vence há sete jogos. No sábado, a equipe recebe o Rayo Vallecano, pela 15ª rodada.

Com 31 anos, Paulão está no Real Betis desde 2012. O defensor foi revelado pelo Atlético-MG e passou por América-MG e Gama antes de se aventurar no Velho Continente. Lá, ele também defendeu Naval, Braga e Saint-Étienne.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade