Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Breno conta sua nova vida em Munique: "Hoje, dou valor para tudo"

Munique (Alemanha)

Preso em regime semi-aberto, o brasileiro Breno, ex-São Paulo, deverá deixar a cadeia de Munique, na Alemanha, em breve. Condenado após incendiar a própria casa, há quase um ano, o zagueiro falou sobre a nova vida no País e a vontade de voltar ao Tricolor paulista, com quem tem contrato.

“Houve momentos em que alguns prisioneiros tentaram se matar. Aquilo é um aprendizado: todo mundo erra, e eu errei. Mas olho pra frente e vejo meus filhas e minha esposa. Não vou fazer nenhuma loucura, porque daqui a pouco vou sair e lutar por tudo de novo”, relatou Breno à TV Globo.

Durante o dia, Breno trabalha em um escritório do Bayern de Munique, seu penúltimo clube antes do incidente, mas retorna ao presídio de Stadelheim para dormir. “Tento fazer minha oração e dormir cedo, pra poder vir pra rua novamente. Hoje, dou valor pra cada detalhe da minha vida”, contou.

Eleito o melhor defensor do Campeonato Brasileiro de 2007, quando foi campeão pelo time do Morumbi, Breno também teve drástica mudança de vida econômica na Alemanha: o seu salário teria passado de 100 mil euros (aproximadamente R$ 300 mil) para R$ 9 mil.

“A nova casa não tem luxo, mas é confortável. Dá pra ficar. E esse não é nosso maior problema no momento”, minimizou, antes de revelar forte apego aos familiares – a esposa e o pequeno filho são os principais, e, pelo que parece, têm ajudado o jogador a se recuperar do trauma emocional.

Em novembro do ano passado, Breno abusou das bebidas alcoólicas, incendiou a própria casa e acabou sendo condenado a três anos e nove meses de prisão. No entanto, o ótimo comportamento do brasileiro deverá fazer com que ele deixe o regime semi-aberto muito em breve.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade