Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Ceni usa "chute fantástico" que abriu placar para explicar derrota

Curitiba (PR)

O São Paulo perdeu por 3 a 0 e mal conseguiu dar trabalho ao Atlético-PR neste domingo. Na opinião de Rogério Ceni, tudo foi consequência do contra-ataque que resultou no forte arremate dado por Marcelo para abrir o placar, aos 12 minutos do primeiro tempo em Curitiba.

“O primeiro contra-ataque mudou bastante o jogo. Eles fizeram o gol muito cedo em uma bola que era nossa. O menino dominou bem e pegou um chute fantástico”, elogiou o goleiro, sem esconder, porém, a supremacia do vice-líder do Brasileiro e finalista da Copa do Brasil.

Na visão do capitão são-paulino, o lance do primeiro gol rubro-negro definiu a atuação dos dois times no resto do jogo. “Depois disso, o nosso time não conseguiu jogar. O Atlético-PR foi superior ao São Paulo, não tem muito o que falar”, conformou-se.

Bem mais novo do que o capitão do time, Rodrigo Caio concordou, lembrando também o momento da partida na qual as redes de Ceni foram balançadas. “Tomamos o gol muito cedo. Viemos com o propósito de marcar forte e não conseguimos. O contra-ataque deles ganhou o jogo”, disse o defensor.

No meio da tabela no Campeonato Brasileiro, o São Paulo, semifinalista da Copa Sul-americana, volta a entrar em campo pela liga nacional às 21h50 (de Brasília) de quarta-feira para enfrentar o Flamengo em Itu, cumprindo punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Divulgação/CAP
Arremate de Marcelo, aproveitando contra-ataque, definiu o jogo segundo Ceni (Crédito da foto: Gustavo Oliveira / Site Oficial do CAP)

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade