Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Claudinei exalta Aranha e o considera apto a jogar pela Seleção

Santos (SP)

O goleiro Aranha foi exigido apenas uma vez na partida contra o Bahia, mas arrancou muitos elogios do técnico Claudinei Oliveira, na noite de quinta-feira. Depois da vitória por 3 a 0, no estádio do Pacaembu, o treinador manifestou sua confiança no jogador e o indicou até para defender a Seleção Brasileira.

“Os goleiros convocados são maravilhosos, como Victor, Jefferson, Cavalieri... Tem também o Fábio, que não vem sendo chamado. Mas vejo o Aranha no mesmo nível deles e falo isso sem medo de errar. Quando chegou a proposta pelo Rafael, falei que o Aranha daria conta, assim como o Vladimir”, afirmou.

Contratado pelo Peixe em 2011, depois de passagem pelo Atlético-MG, Aranha só ganhou a condição de titular absoluto no meio deste ano, depois que Rafael foi negociado com o Napoli. Neste período com mais chances, o novo dono da posição deixou o treinador animado.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Aranha é considerado por Claudinei no mesmo nível dos outros goleiros convocados para a Seleção Brasileira
“Sabemos que tem gente na frente e que o Felipão é coerente, mas o Aranha está no nível dos outros e falha muito pouco. Ele é profissional e teve uma fase em que jogou com dor muito forte na costela, mas em nenhum momento se omitiu de jogar. Ele é muito querido aqui”, acrescentou o técnico.

Na noite de quinta-feira, o Bahia chegou apenas uma vez com perigo à meta alvinegra, quando o placar ainda estava inalterado. Obina recebeu pela direita da área e chutou cruzado, rasteiro, mas Aranha foi rápido para espalmar.

Apesar da indicação de Claudinei Oliveira, o técnico da Seleção Brasileira demonstra que já tem o grupo praticamente definido para a Copa do Mundo de 2014. Luiz Felipe Scolari anunciou que Júlio César será seu titular no torneio. Assim, as outras duas vagas que restam são disputadas principalmente por Jefferson, Victor e Diego Cavalieri.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade