Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Claudinei se nega a jogar toalha por Libertadores: "Não podemos"

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

Mesmo após a derrota para o líder Cruzeiro, o técnico Claudinei Oliveira evita desistir da possibilidade de classificar o Santos para a próxima Copa Libertadores. O revés deixou o Peixe ainda mais distante do G-4 e, a partir de agora, a hipótese de Atlético-PR, Grêmio ou Goiás - este último se aproximou dos quatro primeiros - conquistar a Copa do Brasil, abrindo uma vaga para quem esteja abaixo desta faixa da tabela, passa a ser uma possibilidade mais concreta.

Apesar disso, Claudinei se nega a ‘abaixar a guarda’ nesta reta final de Campeonato Brasileiro. “Não podemos jogar a toalha nunca. Falei que precisávamos de mais cinco vitórias e nada impede que tenhamos esse aproveitamento ou, até mesmo, conseguindo as seis vitórias”, afirmou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Nove pontos de distância para o G-4 não desanimam Claudinei após derrota em casa para o Cruzeiro
Os santistas voltam a campo diante do Vasco, no próximo domingo, a partir das 19h30 (horário de Brasília), no Maracanã, em confronto válido pela 33ª rodada do Brasileirão.

O atacante Everton Costa, que recebeu o terceiro cartão amarelo no revés para a Raposa, irá cumprir suspensão automática contra o Gigante da Colina. Em compensação, a expectativa é que o avante Thiago Ribeiro esteja recuperado de um edema muscular na coxa esquerda e possa reforçar a equipe praiana neste duelo diante dos vascaínos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade