Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Com a camisa 10, Ceni homenageia Raí e cita “lance de Pelé” de Ganso

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O goleiro Rogério Ceni atuou com a camisa 10 neste domingo, em comemoração ao recorde que superou de Pelé. Porém, o capitão são-paulino explicou que se identifica mais com quem eternizou o número no Tricolor e ainda reconheceu que quem fez uma jogada digna do Rei do Futebol no empate por 1 a 1 com o Botafogo foi o meia Ganso.

“Quem fez lance de Pelé foi o Ganso. Falaram que a camisa era para homenagear o Pelé, mas eu me lembrei também do melhor jogador que eu vi atuando com a 10, que foi o Raí”, afirmou.

Neste domingo, Ceni disputou seu jogo de número 1.117 pelo São Paulo, tornando-se o atleta a vestir mais vezes a camisa de um mesmo clube (Pelé atuou 1.116 pelo Santos). Por isso, antes do jogo, o presidente Juvenal Juvêncio foi ao vestiário e entregou um troféu ao capitão, assim como a camisa 10, que estava vaga por conta da ausência de Jadson, lesionado.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
No dia em que vestiu a camisa 10 do Tricolor, Rogério Ceni demonstrou sua admiração por Raí
“É mais uma homenagem e ação de marketing do time. Não muda tanto para um goleiro, mas, para quem joga na linha, não é uma coisa tão fácil jogar com a 10”, acrescentou o capitão.

Apesar da festa por Ceni, o São Paulo ficou apenas no empate com o Botafogo. No segundo tempo, Ganso quase marcou um golaço, ao driblar dois adversários em um curto espaço dentro da área e mandar na trave.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade