Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Com acesso garantido e futuro indefinido, Kleina cobra seriedade

Curitiba (PR)

Enquanto espera a definição da diretoria sobre sua permanência no Palmeiras, Gilson Kleina não quer saber de relaxamento da equipe na Série B do Campeonato Brasileiro. Mesmo com o acesso garantido e o título muito próximo, o treinador cobrou os jogadores para que as rodadas finais sejam disputadas com o mesmo empenho demonstrado ao longo do torneio.

O comandante alviverde deu até um exemplo de como o Verdão deve se portar. No último sábado, os paulistas visitaram o Paraná Clube em Curitiba e só acordaram na partida quando sofreram gol aos 37 minutos do segundo tempo. Assim que se concentrou em campo, o Palestra reagiu e buscou o empate com Leandro seis minutos depois.

“Nosso time mostrou o rótulo que queremos, que é o de sempre jogar sério. Poderiam ter tido outra visão por já termos conquistado o acesso na semana passada, mas vamos assim até o final, com muita seriedade”, pediu Kleina após empatar em 1 a 1 com os paranistas na Vila Capanema pela 33ª rodada da Série B.

Como tem sido rotina nas entrevistas coletivas na Academia de Futebol e depois das partidas, o técnico não teve como fugir das perguntas sobre seu futuro. As especulações dão conta de que a diretoria palmeirense esperar contratar um profissional de renome para o centenário do clube, deixando Kleina apenas como uma possível alternativa.

“Estou com o foco nos jogos apenas. Vamos deixar passar esse final de semana e comemorar esse ponto preciosíssimo. Qualquer decisão que for tomada pela diretoria eu vou respeitar e acatar com todo o profissionalismo”, garantiu o treinador que comanda o Verdão desde a reta final do Campeonato Brasileiro de 2012 e que pode levantar a taça da Série B no sábado diante do Joinville no Pacaembu em caso de vitória e de derrota da Chapecoense para o América-RN.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade