Futebol/Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Com gol de André, Vasco arranca empate com Santos e sai da degola

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Com o Maracanã lotado, o Vasco ficou no empate em 2 a 2 com o Santos, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro. Os santistas chegaram a abrir 2 a 0, mas viram os cruzmaltinos correrem atrás da igualdade. Com o resultado, os cariocas estão com 37 pontos e passaram o Fluminense, saindo da zona de rebaixamento. Já os paulistas vão para 45 e ficam mais longe de disputar a Libertadores.

No primeiro tempo, o Santos aproveitou as falhas defensivas do Vasco para abrir 2 a 0, com gols de Bruno Peres e Gustavo Henrique. Os donos da casa ainda diminuíram na etapa inicial, com Edmílson. No segundo tempo, os cariocas pressionaram e chegaram ao empate com André.

Na próxima rodada, o Vasco terá que ir até Porto Alegre para encarar o Grêmio, na quarta-feira, que briga por vaga na Libertadores. Já o Santos, vai receber o Bahia, no Pacaembu, no dia seguinte.

O jogo - Empurrado pela torcida, o Vasco começou a partida pressionando o Santos. No entanto, os cruzmaltinos tinham dificuldade em penetrar na área santista. Para piorar, aos oito minutos, Juninho Pernambucano saiu do jogo após sentir um problema muscular. Os paulistas aproveitaram espaço dado pelos cariocas para desperdiçarem a primeira boa chance do confronto, aos nove. Willian José foi lançado, entrou na área pela direita e chutou cruzado, mas viu a bola passar muito perto da trave e sair pela linha de fundo.

A saída do seu principal jogador mexeu com o Vasco, que caiu de rendimento e viu o Santos crescer na partida. Os visitantes passaram a chegar com facilidade ao ataque e abriram o placar aos 22 minutos. Bruno Peres recebeu pela direita, passou por Yotún e chutou colocado, no ângulo de Alessandro, que estava um pouco adiantado.

Mesmo depois do gol, o Vasco seguiu mostrando fragilidade e viu o Santos marcar seu segundo gol, aos 26 minutos. Em cobrança de falta na área, Gustavo Henrique apareceu livre para cabecear sem chance para Alessandro.

Quando parecia que os cruzmaltinos iriam sentir o novo revés, os donos da casa dimnuíram a vantagem, aos 28 minutos. Após cruzamento na área, Edmílson errou na primeira finalização, mas no rebote, contou com o desvio da zaga para colocar a bola na rede.

O gol animou o Vasco, que chegou com perigo dois minutos depois. André foi lançado na área e finalizou a esquerda da trave de Aranha. Só que a resposta do Santos veio aos 35. Montillo recebeu pela esquerda, puxou para o meio e finalizou para grande defesa de Alessandro.

Arte GE.Net
Nos minutos finais, o duelo ficou equilibrado, mas com o Santos chegando com mais perigo ao ataque. Antes do fim, Geuvânio cruzou rasteiro na área e Fagner quase colocou para a própria rede ao tentar cortar. Assim, os paulistas foram para o intervalo a frente no placar.

Na etapa final, o panorama seguiu o mesmo, com o Vasco tendo que atacar para buscar o empate e o Santos avançando nos contra-ataques. O primeiro lance de perigo aconteceu aos oito minutos. Após cruzamento na área, Jhon cabeceou para grande defesa de Aranha. A oportunidade animou os cruzmaltinos, que chegou novamente aos 13. Marlone recebeu pela esquerda, passou por um marcador e chutou colocado, mas viu Aranha mais uma vez salvar os santistas.

Só que a resposta do Santos veio no minuto seguinte. Após falha da zaga vascaína, a bola sobrou para Montillo. O argentino finalizou, mas parou em grande defesa de Alessandro.

Com o tempo, a partida ficou movimentada, com as duas equipes desperdiçando chances de marcar. O Santos pecava nos contra-ataques, enquanto que o Vasco errava nas finalizações. Edmílson e André viram seus chutes passarem muito perto da trave paulista. Depois foi a vez de Pedro Ken tentar e parar em Aranha, que passava a ser a grande figura do confronto.

Só que de tanto insistir, o Vasco conseguiu chegar ao empate aos 32 minutos. Em boa troca de passes, André recebeu na área e chutou cruzado. A bola foi mansamente na trave e entrou para a alegria da torcida no Maracanã.

Nos minutos finais, os cruzmaltinos pressionaram e ainda viram Pedro Ken acertar a trave esquerda de Aranha já nos acréscimos. Assim, o confronto terminou empatado no Maracanã.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade