Futebol/Eliminatórias 2014 - ( - Atualizado )

Com homenagens a Ghiggia, Uruguai empata e garante vaga na Copa

Montevidéu (Uruguai)

Após uma goleada de 5 a 0 sobre a Jordânia no Oriente Médio, a seleção uruguaia não poupou titulares, mas, aparentemente, tirou o pé diante de sua torcida, que lotou o Estádio Centenário e assistiu a um empate em 0 a 0, que confirmou a vaga da Celeste na Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

O jogo foi marcado por uma homenagem ao ex-atacante Ghiggia, carrasco da Seleção Brasileira na Copa de 1950, conquistada pelo Uruguai em pleno Maracanã, em episódio que ficou conhecido como ‘Maracanazzo’. O ex-atleta é o único sobrevivente da última seleção uruguaia campeã do mundo.

"É muito profundo reviver aquela época, me faz chorar", declarou Ghiggia, que foi celebrado pelos seus conterrâneos durante ‘o grito de gol que nunca aconteceu’, enquanto dava voltas em um carrinho pelo gramado.

Dentro de campo, as seleções não estiveram em seus melhores dias. Uruguai desperdiçou algumas chances, sendo a melhor delas após cobrança de escanteio desviada por Cavani, Lugano e Godín, que mandou no travessão.

Apesar de não ser um resultado expressivo, o empate foi comemorado pelos uruguaios, enfim com passaportes carimbados para o Brasil em 2014.

AFP
Ghiggia foi homenageado por seu gol que deu o último título mundial ao Uruguai, em 1950

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade