Futebol/Copa Sul-americana - ( - Atualizado )

Conmebol erra nome do São Paulo em carta sobre punição a Ganso

São Paulo (SP)

A Conmebol cometeu uma gafe ao confirmar a punição ao meia Paulo Henrique Ganso. Na carta em que informa que o atleta não tem mais direito a recurso, a entidade máxima do futebol sul-americano trocou o nome do São Paulo pelo do clube chileno Cobreloa.

A falha foi cometida depois de a Conmebol ter definido uma multa de US$ 2 mil (cerca de R$ 4 mil) ao jogador. “O valor desta multa será debitado automaticamente do montante a receber pelo Club de Deportes Cobreloa em relação aos direitos de televisão e patrocínio”, escreveu a entidade na carta, divulgada na íntegra no site oficial são-paulino.

Ganso foi suspenso por duas partidas depois que tentou apartar uma confusão entre tricolores e jogadores da Universidad Católica, na fase passada da Copa Sul-americana. Na ocasião, o meia foi expulso, gerando irritação do técnico Muricy Ramalho, que considerou a decisão do árbitro injusta.

O meio-campista cumpriu o primeiro jogo na partida de ida contra o Atlético Nacional, da Colômbia, pelas quartas de final da competição, e fica fora também do compromisso desta quarta, diante do mesmo adversário, em Medellín. Existia até a possibilidade de Ganso viajar com a delegação para a cidade do confronto, para dar um apoio ao elenco, mas ele acabou permanecendo na capital paulista.

Reprodução
O erro da Conmebol está no segundo parágrafo da carta, em que é estipulada a multa ao meio-campista

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade