Futebol/Brasileiro Série A - ( )

Cuca condena falhas de finalização, mas ressalta superioridade do Galo

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O técnico Cuca gostou do desempenho do Atlético-MG no empate sem gols contra o Bahia, na Fonte Nova, a única ressalva do treinador foi em cima dos erros da equipe na hora de concluir as jogadas. O treinador alvinegro ainda citou a pressão da torcida e o forte calor como adversários enfrentados pelo Galo neste sábado.

“Eu gostei. Apesar de não ter saído gol eu vi um grande jogo, principalmente do Atlético-MG, que teve uma pressão muito forte da torcida adversária com um calor enorme, e teve posse de bola, mais que o dobro de finalizações do Bahia. O que eu não gostei foi o desperdício que tivemos de criar e não matar o jogo”, disse Cuca, condenando as precipitações dos atacantes alvinegros.

“Muitas vezes nós contra-atacamos numericamente superiores com um ou dois jogadores e não concluímos se quer a gol. Este tipo de jogada, se você escolher melhor, automaticamente você vai desenhar o gol, e não tivemos essa paciência. Precipitamos, tentamos jogada individual e desperdiçamos as chances no segundo tempo”, declarou.

De maneira geral, Cuca avalia que os atleticanos dominaram a partida e mereciam ter somado os três pontos. “O domínio foi do Atlético-MG. O Bahia também teve a suas situações, mas no geral eu gostei da partida, com exceção da perda de gols que foi muito grande. Se não fosse isso, sem dúvida nenhuma teríamos saído com a vitoria”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade