Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Cuca estuda armar Galo sem centroavante fixo e com mais mobilidade

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O técnico Cuca tem aproveitado a reta final do Campeonato Brasileiro para testar algumas formações táticas que podem ser usadas no Mundial de Clubes, que será disputado em dezembro, no Marrocos. Para os jogos contra Inter e Portuguesa, o treinador do Galo não terá o goleiro Victor e o atacante Jô, que vão servir a Seleção Brasileira, abrindo possibilidades de experiências para o técnico alvinegro.

Para o duelo contra o Inter, na próxima quinta-feira, no Independência, Cuca pretende mexer pouco na equipe, promovendo as entradas de Giovanni no gol e Alecsandro no ataque, mas para o duelo do final de semana ante Portuguesa, a ideia é escalar um time sem um centroavante. O treinador quer observar a equipe com diferentes formações.

“Eu tenho duas formas de mexer com a equipe. Na quinta e no domingo também. A primeira é a mais natural, com Giovanni no lugar do Victor, além do Alecsandro no lugar do Jô. A outra é trabalhar sem centroavante fixo. É uma ideia que eu tenho. E isso nós vamos fazer durante a semana para ver qual estratégia vamos usar”, explicou.

Para o jogo contra a Lusa, Cuca pretende escalar Guilherme e Tardelli como homens de frente, flutuando no campo ofensivo, além de ter a velocidade pelos lados do campo, o que deve ficar a cargo de Fernandinho. O treinador atleticano deixa claro que não se trata de não confiar em Alecsandro, avante de ofício, mas sim de dar mais opções táticas ao time.

“Gosto e confio no Alecsandro, penso que na quinta-feira é o jogo dele. De repente no domingo mexer com o Tardelli e o Guilherme sem o fixo, jogando com dois extremos de velocidades, porque é importante ter este tipo de variação e sentir o time no jogo como ele vai se portar”, declarou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade