Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

D’Alessandro não fala em novo técnico e garante apoio a Clemer

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Em meio à indefinição sobre quem será o técnico do Internacional para a temporada 2014, o principal jogador da equipe preferiu não se manifestar a respeito do assunto. Em entrevista coletiva na manhã desta quarta, D’Alessandro apenas garantiu que apoia o atual técnico Clemer, interino efetivado até o final do Brasileirão após a saída de Dunga, no começo de outubro.

“Não vou responder a essa pergunta”, disse D’Ale, questionado sobre o próximo treinador colorado. “Hoje, o que posso opinar é que estamos muito bem com o Clemer. Se ele ficar, vai ter todo o nosso respaldo e apoio, pois é um cara do clube. Conheço ele como pessoa, foi um cara que me ajudou muito quando cheguei aqui”, lembrou o argentino, que chegou ao clube em agosto de 2008, poucos meses antes de Clemer encerrar a carreira de goleiro.

Esta, porém, foi a única pergunta que ele preferiu não responder. Sincero como sempre, D’Alessandro fez uma autocrítica a respeito dos últimos dois anos ruins do Inter e não hesitou em apontar quem são os responsáveis por esta situação: “o grupo tem que assumir a culpa. A maior porcentagem é nossa, dos atletas, mas a diretoria também tem que assumir sua parcela de culpa. Cada um tem a sua parte”, disse o argentino, que não quis apontar individualmente atletas que tivessem tido culpa pela campanha decepcionante da equipe na temporada.

Em 2012, o Inter acabou na 10ª colocação do Brasileirão, com 52 pontos. Neste ano, a cinco rodadas do fim do campeonato, o desempenho é quase idêntico: 10º lugar, com 45 pontos – mantendo o aproveitamento atual, a equipe chegará aos mesmos 52 pontos na última rodada. Nesta quinta, o compromisso é contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade