Futebol/Bastidores - ( )

Daniel Alves aponta Messi e Ribéry como favoritos a Bola de Ouro

Barcelona (Espanha)

Atleta do Barcelona desde junho de 2008, o lateral direito Daniel Alves acompanhou de perto o desempenho que levou o atacante Lionel Messi aos quatro troféus da Bola de Ouro da Fifa (Federação Internacional de Futebol Associado) nos últimos quatro anos. Entretanto, o atleta argentino sofreu com problemas físicos neste em 2013 e ficou em desvantagem na disputa pelo quinto título. Apesar disso, o jogador brasileiro acredita que o companheiro segue entre os favoritos ao prêmio.

“Minhas apostas são Messi e Franck Ribéry. Se Messi não triunfar, eu daria o troféu a Ribéry, que conquistou todos os títulos possíveis com o Bayern de Munique na última temporada. Para poder vencer esse prêmio, é necessário ganhar títulos coletivos”, afirmou Daniel Alves.

Realizada em ação conjunta entre a entidade máxima do futebol mundial e a revista France Football desde 2010, a premiação teve Lionel Messi como ganhador em seus últimos quatro anos. Com isto, o argentino superou o ex-atacante brasileiro Ronaldo e o meio-campista francês Zinedine Zidane como maior vencedor do troféu, já que cada um triunfou em três oportunidades.

AFP
Capitão da Seleção Brasileiro, o zagueiro Thiago Silva é um dos candidatos ao troféu

Eleito melhor jogador do mundo em 2008, o atacante português Cristiano Ronaldo é outro candidato ao prêmio neste ano. Autor de 66 gols neste ano, o atleta do Real Madrid ainda ficou em segundo lugar na votação em 2009, 2011 e 2012.

“Cristiano está em um momento doce. Está um pouco à frente dos outros neste ano. Está jogando bem e marcando muitos gols. Não ganhou títulos, mas está em muito boa forma”, encerrou Daniel Alves.

A lista com os três finalistas será divulgada pela Fifa e pela France Football no próximo dia 9 de dezembro, enquanto o ganhador será conhecido em 13 de janeiro de 2014, durante evento realizado em Zurique, na Suíça. Entre os jogadores, o atacante Neymar e o zagueiro Thiago Silva concorrem ao troféu, enquanto único representante nacional entre os treinadores é o comandante da Seleção Brasileira,  Luiz Felipe Scolari.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade