Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Daniel Alves fala sobre Mundial: "Ganhar não será o mais importante"

Barcelona (Espanha)

Daniel Alves deverá disputar a sua segunda Copa do Mundo no ano que vem. Mesmo admitindo expectativa para voltar a defender a Seleção Brasileira em um Mundial, o lateral-direito do Barcelona afirmou que o importante não será vencer, mas sim demonstrar vontade disto.

“Não importa se vamos ganhar ou perder, mas sim se vamos dar uma resposta. As pessoas te veem e te admiram pela continuidade, persistência, entrega... Claro que a Copa é superimportante, um sonho, ainda mais quando é no seu país, mas a vida não acaba nela”, disse em entrevista ao jornal Sport.

Analisando as diferenças entre seleções e clubes, o jogador de 30 anos também aproveitou para desabafar sobre as críticas. “Dói quando as pessoas colocam tudo em dúvida. Você se priva de um monte de coisas, e falam que você só pensa no Mundial, ou então que se lesiona porque não se cuida”.

AFP
Daniel Alves tentou aliviar pressão no Brasil: "Vida não vai acabar após a Copa" (foto: FABRICE COFFRINI)
Perguntado sobre a aposentadoria no Camp Nou, Daniel Alves voltou a revelar o desejo de voltar ao Bahia, clube que o projetou. “Penso em me aposentar onde comecei, no Bahia, onde me deram oportunidade. Seria hipócrita dizer que vou acabar minha carreira aqui, porque isso não passa pela cabeça”.

Ídolo culé, o baiano tem contrato até o meio de 2016, com opção de renovação por mais uma temporada. No entanto, é bem provável que a diretoria opte por não renovar com o brasileiro, que quase deixou o clube na última janela de transferências internacionais.

O PSG, da França, teria sido um dos maiores interessados em sua contratação, com Liverpool, Manchester City, Chelsea e até o Real Madrid como concorrentes. Dani Alves entrará em campo neste sábado, às 19 horas (de Brasília), no amistoso do Brasil contra Honduras.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade