Futebol/Copa Sul-americana - ( - Atualizado )

Denilson admite possibilidade de sair do São Paulo em 2014

Helder Júnior São Paulo (SP)

O fato de ter renovado contrato até o final de 2017 não garantiu ao volante Denilson longevidade no São Paulo. Nesta quinta-feira, sem disfarçar o seu grande abatimento com a eliminação nas semifinais da Copa Sul-americana, diante da Ponte Preta, o jogador admitiu a possibilidade de defender outro clube em 2014.

“É claro que existe (a chance de sair)”, assentiu Denilson, reconhecendo que o seu desempenho abaixo do esperado poderá tirá-lo do Morumbi. “A minha temporada não foi boa. Essa é a realidade. E não vou colocar a culpa na operação que fiz no joelho nem em outra coisa”, complementou, muito autocrítico.

O jogador deixou claro, contudo, que o seu futuro está nas mãos dos dirigentes do São Paulo. Apesar de ter interesse em seguir no clube, ele sabe que o técnico Muricy Ramalho prepara uma reformulação para a próxima temporada.

“Se vou ficar ou não, cabe à diretoria resolver. Não sei o que o São Paulo planeja para o seu elenco. Meu foco está aqui, mas estou terminando o ano de uma forma triste. Da minha parte, quero trabalhar”, disse.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Insatisfeito com o seu desempenho em 2013, Denilson ainda não sabe se seguirá no São Paulo
Revelado pelo São Paulo, Denilson está com 25 anos e já acumula a experiência de ter defendido o Arsenal, da Inglaterra, entre 2006 e 2011. O volante não conquistou títulos no futebol europeu e, em 2013, lamentou ter ficado novamente sem conquistas.

“Estou em uma instituição de nome, com nível de Europa. Fico chateado. Mas tenho certeza de que, no São Paulo ou em outro lugar, o próximo ano será completamente diferente”, esperançou-se Denilson.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade