Futebol/Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Diego Cavalieri acusa dores, deixa treinamento e não deve pegar o Galo

Rio de Janeiro (RJ)

Diego Cavalieri até tentou. Nesta sexta-feira, entrou no campo principal das Laranjeiras, vestiu as luvas e iniciou o treinamento com os demais goleiros do Fluminense. Porém, quando foi exigido pelo preparador André Carvalho, acusou dores no dedão esquerdo, local no qual tomou sete pontos no começo da semana, deixou as atividades antes do encerramento e, desta forma, tem poucas chances de enfrentar o Atlético-MG neste sábado, às 19h30 (de Brasília), no Maracanã.

O arqueiro tricolor sofreu um corte na mão esquerda após acidente doméstico no início da semana e não participou dos dois últimos treinamentos comandados pelo treinador Dorival Júnior. Na última quarta-feira, até entrou em campo, mas não usou as mãos para trabalhar com bola. Esta sexta, então, seria o teste final para saber se poderia atuar contra o Galo. O que não deve acontecer.

Ele até fez o aquecimento sem demonstrar incômodo com o local ferido, mas, depois que iniciou, de fato, as atividades com André Carvalho, não aguentou as dores e abandonou o trabalho. Tirou as luvas, sentou-se em cima de uma bola e conversou por alguns minutos com o médico Victor Favilla, que cruzou o campo para dialogar com o goleiro. Minutos depois, deixou o gramado claramente abatido e se dirigiu aos vestiários.

Divulgação/Fluminense F.C.
Cavalieri sofreu um corte na mão esquerda após acidente doméstico no início da semana e não deve pegar o Galo

Desta forma, Cavalieri deve ser confirmado como desfalque para o duelo diante do Atlético-MG neste sábado. O favorito para substituí-lo é Felipe Garcia, campeão paulista e da Copa do Brasil com o Santos em 2010, e recém-contratado junto ao Náutico. Ele ainda não entrou em campo com a camisa do Fluminense. Klever, que geralmente joga quando o titular não tem condições, está com conjuntivite e não treinou durante a semana.

Atualmente, o time carioca aparece na 16ª colocação do Campeonato Brasileiro com 42 pontos. O Coritiba, com a mesma pontuação, é a primeira equipe dentro da zona de rebaixamento à segunda divisão nacional, mas leva desvantagem no critério de desempate. Neste sábado, a equipe tricolor mede forças com o Atlético-MG, às 19h30 (de Brasília), no Maracanã.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade