Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Dor na coxa tira Aloísio de futevôlei pré-jogo no São Paulo

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Aloísio foi o único titular do São Paulo a não participar do futevôlei desta terça-feira, véspera da partida contra o Flamengo. Por conta de mialgia no músculo adutor da coxa esquerda, ele só foi a campo para assistir a um jogo-treino dos reservas, na parte final da manhã de trabalho.

Na segunda-feira, dia seguinte à derrota para o Atlético-PR, o centroavante já havia reclamado de dores musculares em decorrência do desgaste excessivo das últimas semanas. O time tem feito viagens longas para levar essa reta final da temporada em duas frentes (Campeonato Brasileiro e Copa Sul-americana).

"O corpo sente. A gente é feito de carne e osso. Às vezes, precisa ser poupado. Não que a gente queira, mas é preciso, porque cansa. Eu, particularmente, achei que poderia continuar jogando, que não ia acontecer nada, que não ia ficar dolorido, que as dores não iam chegar. Mas chegaram", disse, no fim da tarde passada.

Ao se apresentar novamente no CT da Barra Funda, na manhã desta terça, ele ficou em tratamento no Reffis, enquanto os demais jogadores de linha que foram titulares em Curitiba - acompanhados ainda do zagueiro Lucão, do volante Wellington e do atacante Luis Fabiano - jogaram futevôlei.

Já os reservas disputaram jogo-treino contra a equipe sub-17, sob olhares atentos da comissão técnica de Muricy Ramalho, que vai começar a priorizar a disputa da Sul-americana (considerado o caminho mais fácil para se chegar à próxima edição da Libertadores), em detrimento do Brasileiro.

Jogador que mais vezes atuou pelo São Paulo neste ano, com 66 participações, Aloísio será o primeiro a entrar no rodízio. Como não vai enfrentar o Flamengo, nesta quarta-feira, seu substituto mais provável em Itu é Luis Fabiano. Eles dividem a artilharia da temporada, com 21 gols cada.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade