Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Em alta e no G-4, Goiás recebe o desanimado Internacional

Do correspondente Vicente Fonseca Goiânia (GO)

Nenhum time, nem mesmo o campeão antecipado Cruzeiro, vive fase melhor que a do Goiás no Brasileirão. Com sete vitórias nos últimos oito jogos, a equipe esmeraldina saltou da modesta 13ª posição para o 4º lugar, desbancando o Botafogo do tão almejado. Neste domingo, o time do técnico Enderson Moreira receberá o desanimado Internacional, no Serra Dourada, procurando manter a colocação na briga por uma vaga na Libertadores.

O salto do Goiás na tabela foi bastante comemorado por Moreira após a vitória sobre a Ponte Preta, na última quarta-feira: “ano passado foi assim. No começo, a gente não entrava no G-4 da Série B. De repente, entramos e não apenas conquistamos o acesso, como tivemos força para ficar com o título. Então precisamos pensar no final”, lembrou o técnico.

Sem problemas de escalação, o treinador deve repetir a escalação que bateu a Ponte Preta na última quarta. Na ocasião, a vitória por 2 a 0 não comandada pelo artilheiro Walter, mas sim pelo meia Eduardo Sasha. O resultado diante da Macaca fez o esmeraldino desbancar o Botafogo do G-4. Após permanecer quase todo o campeonato na zona da Libertadores, o time carioca caiu para o 5º lugar, com 54 pontos. O Goiás foi a 56 e agora persegue o Grêmio.

Há diversas curiosidades envolvendo a partida deste domingo. A primeira é óbvia: o Internacional, se vencer o jogo, ajudará seu maior rival, que está apenas um pontinho à frente do Goiás na tabela. A outra são os vários ex-colorados que jogam pela equipe goiana: além de Enderson Moreira, Sasha e Walter, atuas pelo esmeraldino o goleiro Renan e o zagueiro Rodrigo. O beque Ernando, que completou 400 jogos pelo Goiás diante da Ponte, tem pré-contrato com o Inter e jogará em Porto Alegre a partir de janeiro.

Se ajudar o Grêmio não é exatamente um objetivo capaz de empolgar nenhum colorado, a fase da equipe desanima o próprio grupo de jogadores. Atual 11º colocado, com 45 pontos, o Inter não tem mais chances de Libertadores e conta com uma possibilidade pequena de rebaixamento. Após a derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG, quinta-feira, o capitão D’Alessandro deu o tom do desânimo que tomou conta do Beira-Rio.

“Esse ano tem que acabar logo para a gente. Jogamos um segundo tempo muito bom, merecíamos o empate, mas estamos numa fase em que a gente faz gol e toma outro no minuto seguinte. É muita perda de pontos. Estamos mal por termos perdido pontos demais em casa. A gente está numa zona indefinida, mas poderia estar brigando lá em cima”, lamentou o argentino.

Novamente, o técnico Clemer tem uma série de desfalques para o jogo deste domingo. Gabriel, Juan, Scocco, Ednei e Leandro Damião, lesionados, nem viajaram com a delegação para Belo Horizonte e Goiânia. Já Forlán, que está a serviço da seleção uruguaia pelas eliminatórias, só retorna no próximo fim de semana. O zagueiro Juan, porém, poderá reforçar o grupo, embora dificilmente comece jogando.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
GOIÁS X INTERNACIONAL

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia
Data: 17 de novembro de 2013, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Assistentes: Lincoln Ribeiro Taques (MT) e Paulo César Silva Faria (MT)

GOIÁS: Renan; Vítor, Rodrigo, Ernando e William Matheus; Amaral, David, Eduardo Sasha, Ramon e Renan Oliveira; Walter
Técnico: Enderson Moreira

INTERNACIONAL: Muriel; Cláudio Winck, Alan, Jackson e Fabrício; João Afonso, Willians, Jorge Henrique, D’Alessandro e Otávio; Caio
Técnico: Clemer

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade