Futebol/Amistoso - ( - Atualizado )

Em dia de testes, Itália leva susto e apenas empata com a Nigéria

Londres (Inglaterra)

Depois de empatar em 1 a 1 com a Alemanha na última sexta-feira, a Itália enfrentou a Nigéria nesta segunda-feira e deu um susto no bom público que compareceu ao Craven Cottage, em Londres. Com diversas alterações feitas por Cesare Prandelli, a Azzurra teve de suar para empatar em 2 a 2 com o time africano.

O técnico italiano optou por uma equipe mais leve em campo, com o ataque formado por Giuseppe Rossi e Mario Balotelli. E foi justamente dos pés da dupla que o primeiro gol saiu no estádio do Fulham. Balotelli dominou na intermediária, girou entre três zagueiros e enfiou para Rossi invadir a área e tocar na saída de Ejide para confirmar a boa fase após sequência de graves lesões.

A partida parecia controlada pelos europeus, mas as Super Águias mostraram que merecem estrar classificadas para a Copa do Mundo de 2014 – a vaga saiu no final de semana diante da Etiópia com vitória por 2 a 0. Manuel Pasqual vacilou após cruzamento na área e Dike apareceu livre para cabecear para as redes de Salvatore Sirigu aos 35 minutos.

Poucos instantes depois, os nigerianos viraram o placar. Benjamin tabelou com Victor Moses e encontrou Shola Ameobi em boas condições. O atacante não se intimidou na cara de Sirigu e levou Prandelli ao desespero a poucos minutos do final do primeiro tempo. O técnico, no entanto, não se abateu e mostrou eficiência para reorganizar a equipe no intervalo.

AFP
Giaccherini atualmente defende o inglês Suderland e se sentiu em casa ao comemorar o empate em Londres
Logo aos dois minutos da etapa complementar, Balotelli buscou tabela com Rossi e acionou Antonio Candreva. O meia soltou rapidamente para Emanuelle Giaccherini arriscar e vencer Ejide. Na sequência, o goleiro nigeriano foi substituído por Enyeama. Do lado italiano, Sirigu também não demonstrava segurança e por pouco não espalmou para dentro chute de Musa.

Prandelli lançou Andrea Pirlo e Alessandro Diamanti e viu o time crescer de produção. Já nos minutos finais, a tetracampeão mundial teve a chance de virar o resultado em cobrança de falta, mas o forte chute de Diamanti explodiu no travessão de Enyeama. Depois, Alessio Cerci cruzou da linha de fundo e Balotelli não alcançou na pequena área para encerrar as esperanças de vitória.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade