Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Em má fase, Santos e Bahia duelam por objetivos diferentes

Santos (SP)

Em busca de uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores da América, o Santos ficou em situação mais complicada no Campeonato Brasileiro ao não triunfar em nenhum de seus últimos três jogos (dois empates e uma derrota). Tentado seguir o objetivo de participar de torneio continental, o time alvinegro mede forças com Bahia, nesta quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Pacaembu, em partida válida pela 34ª rodada.

Na última rodada, a equipe comandada pelo treinador Claudinei Oliveira passou perto de encerrar o jejum de vitórias ao abrir dois gols de vantagem diante do Vasco, no Maracanã. Entretanto, o Santos não conseguiu manter o ritmo durante a sequência da partida e acabou permitindo reação do adversário carioca, que empatou por 2 a 2.

Atualmente, o clube alvinegro ocupa a nona colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com 45 pontos. Faltando cinco rodadas para o término da competição nacional, a equipe paulista tem oito pontos de desvantagem em relação ao Botafogo, último time que garantiria vaga na próxima edição da Libertadores.

Ricardo Saibun/Divulgação/Santos FC
Autor de seis gols em 19 jogos neste Brasileiro, Thiago Ribeiro está confirmado contra Bahia

“Foi um jogo que empatamos com o Vasco, com o Maracanã lotado, mas o estado de espírito parece que foi de derrota. Tivemos chances, poderíamos ter feito quatro, e tomamos um gol de bola desviada. Deixamos de matar o jogo, poderíamos ter ganhado. Depois do duelo com Náutico, esse deve ter sido o que mais tivemos oportunidades. Não podemos voltar atrás, não fizemos os gols. Temos de ganhar os próximos cinco, para esse confronto ser um a mais e não uma coisa perdida”, afirmou o treinador.

Para o embate desta quinta-feira, Claudinei Oliveira terá retorno dos atacantes Thiago Ribeiro e Everton Costa. O primeiro está recuperado de lesão na coxa esquerda e treinou normalmente durante a semana, enquanto o segundo volta ao time depois de cumprir suspensão. Willians José, com entorse no tornozelo esquerdo, foi vetado pelo Departamento Médico.

No entanto, o treinador Claudinei Oliveira seguirá sem ter à disposição os lesionados Renê Júnior, com estiramento na coxa direita, Léo, que foi submetido a operação no joelho direito, Giva, com incômodo no músculo adutor da coxa esquerda e cirurgia no ombro, e Eugenio Mena, que está com a seleção chilena. Já o lateral direito Cicinho ainda é dúvida.

O Bahia, por sua vez, também não passa por boa fase no Campeonato Brasileiro e não vence há seis partidas. Após acumular série de três derrotas consecutivas (Goiás, Flamengo e São Paulo), o clube tricolor empatou com Atlético-PR, Grêmio e Atlético-MG nas últimas rodadas da competição.

Os maus resultados reaproximaram a equipe nordestina da zona de rebaixamento do torneio. Com 39 pontos, o time comandado pelo treinador Cristóvão Borges ocupa a 15ª colocação na tabela de classificação e tem dois pontos de vantagem em relação ao Criciúma, primeiro clube que seria rebaixado para segunda divisão nacional.

Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação
Em jejum de vitórias na competição nacional, Bahia segue disputando permanência na Série A

“Estamos pecando um pouco nas finalizações. Precisamos acertar mais, sabemos que a cada a cada rodada fica mais apertado, mas é continuar trabalhando e se dedicando, porque os gols ainda vão sair”, completou o zagueiro Titi.

Para esta partida, Cristóvão Borges contará com o volante Hélder, que foi absolvido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por expulsão em duelo com Atlético-PR. Por outro lado, o zagueiro Lucas Fonseca, com problemas musculares, é desfalque certo. Com isto, Titi formará dupla defensiva com Demerson.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
SANTOS X BAHIA

Local: Estádio Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), em São Paulo (SP)
Data: 14 de novembro de 2013, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)

SANTOS: Aranha; Bruno Peres, Edu Dracena, Gustavo Henrique e Emerson Palmieri; Alison, Arouca, Cícero e Montillo; Thiago Ribeiro e Everton Costa (Geuvânio)
Técnico: Claudinei Oliveira

BAHIA: Marcelo Lomba, Fabrício, Titi, Demerson e Raul; Hélder, Rafael Miranda, Fahel e Marquinhos; William Barbio e Fernandão
Técnico: Cristóvão Borges

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade