Futebol/Copa Sul-Americana - ( - Atualizado )

Emocionado, Roberto nem sequer considera desfalcar Ponte na volta

São Paulo (SP)

Um dos destaques da Ponte Preta na temporada, Roberto pode ficar de fora de um dos jogos mais importantes da história do time. Ao sair para evitar gol de Luis Fabiano, o goleiro acabou sentindo a coxa e foi substituído a cinco minutos do apito final. Com os olhos marejados, o jogador sequer considera não participar da jogo de volta da semifinal da Copa Sul-Americana, na próxima quarta-feira.

“Batalhei muito para estar aqui, só o que eu sei o que eu passei e senti. Então espero que o papai do céu me dê forças. Vou trabalhar, sei que os profissionais da Ponte são de qualidade. Vai ter que dar, nem penso nessa possibilidade. Vai ter que dar”, disse o goleiro ainda no gramado do Morumbi, onde a Macaca surpreendeu o São Paulo e conquistou vitória por 3 a 1.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Com suspeita de lesão, Roberto não quer ficar de fora de segundo jogo da semifinal
Sem saber a gravidade da lesão, já que “nunca se machucou na vida”, Roberto muda o discurso otimista e mantém os pés no chão ao analisar a vantagem aberta pela Ponte. Para ele, o São Paulo tem capacidade de reverter a diferença no jogo de volta.

“Nada se decidiu hoje, ainda tempos que jogar a segunda partida. O São Paulo é um time de qualidade e tradição e não vai vender barato. Vai ser mais uma batalha”, conclui.

São Paulo e Ponte Preta voltam a se enfrentar na próxima quarta, no Estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim – o estádio Moisés Lucarelli foi vetado pela Conmebol por não comportar 20 mil torcedores.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade