Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Enderson minimiza desfalques e exalta campanha do Goiás: “Orgulho”

Rio de Janeiro (RJ)

Dez anos depois, o Goiás voltou a cair em uma semifinal de Copa do Brasil. Assim como em 2003, quando foi eliminado pelo Cruzeiro, o Esmeraldino não conseguiu repetir as grandes atuações das fases anteriores e foi derrotado pelo Flamengo por 2 a 1 no Maracanã. Apesar da tristeza, o técnico Enderson Moreira preferiu exaltar a grande campanha feita pela equipe.

“Acima de tudo, o sentimento que fica é de orgulho por tudo o que os atletas fizeram mesmo com dificuldades, desfalques e a pressão aqui no Maracanã. Vi os jogadores buscando, às vezes faltou capricho e atenção, mas buscaram o resultado e criaram oportunidades”, elogiou o treinador, após a queda no Rio de Janeiro.

O Verdão chegou a abrir o placar logo no início do confronto com o meia Eduardo Sasha, mas permitiu a virada ainda no primeiro tempo com o centroavante Hernane e o volante Elias. Para piorar, as ausências de Hugo e Walter começaram a pesar no momento decisivo, mas Enderson preferiu não colocar a eliminação na conta dos desfalques.

“É evidente que ficamos sem dois jogadores de qualidade (Hugo suspenso e Walter lesionado). Ficamos sem o Walter nos dois jogos, ainda. Mas o que temos que enaltecer é o trabalho do Jayme de Almeida, pois criamos dificuldades em um bom confronto e ele soube como nos vencer”, destacou, ressaltando o trabalho do técnico rubro-negro.

O zagueiro Rodrigo, um dos principais nomes do time na temporada, também minimizou a queda ao lembrar do ótimo desempenho em 2013, mas não negou a frustração por não disputar o título com o Atlético-PR. O beque, porém, criticou mais uma desatenção da equipe, que deverá corrigir os erros se quiser chegar à Copa Libertadores da América pelo Campeonato Brasileiro.

“Vendo ao todo, tudo o que fizemos ao longo do ano e mesmo com a frustração de ter chegado tão perto do título, acho que estamos de parabéns. Lutamos do começo até o final, achamos um gol no comecinho do jogo, mas mais uma vez tomamos gol após arremesso lateral. Foi uma coisa que pesou muito e temos que corrigir”, alertou Rodrigo, sobre o tento anotado por Elias.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade