Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Felipão crê “piamente” em defesa de Júlio Bapista sobre polêmica

Helder Júnior São Paulo (SP)

O meia-atacante Júlio Baptista ganhou um renomado defensor na polêmica em que se envolveu com o zagueiro Cris. O técnico Luiz Felipe Scolari duvida que o jogador do Cruzeiro tenha realmente pedido para o zagueiro do Vasco marcar mais um gol em sua equipe, conforme flagrado por câmeras de televisão.

De acordo com a leitura labial, Júlio Baptista disse “faz logo outro (gol)” para Cris, quando o Vasco vencia o Cruzeiro por 2 a 0 no sábado, no Maracanã – o jogo terminou com o placar de 2 a 1. O time carioca luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, enquanto o mineiro conquistou o título antecipadamente.

Em sua defesa, Julio Baptista argumentou que a declaração foi tirada de contexto. Tratava-se de uma discussão pelas circunstâncias da partida, segundo ele. “Partilho da mesma ideia que o atleta passou. Filmaram só o final da conversa para a leitura labial. Ninguém mostra o começo”, comentou Felipão, nesta segunda-feira.

A princípio com poucas palavras sobre o assunto, o técnico do Brasil se tornou mais enfático para se posicionar ao lado de Júlio Baptista. “Acredito piamente que o que ele disse fazia parte de um envolvimento normal no jogo. Confio 100% no que o Júlio está falando”, avisou.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Felipão não gosta de se envolver nas polêmicas do Campeonato Brasileiro, mas defendeu Júlio Baptista
Embora tenha advogado em favor do jogador do Cruzeiro, clube em que trabalhou entre 2000 e 2001, Felipão não gosta de se envolver em assuntos polêmicos do futebol brasileiro. Para os protestos do Bom Senso FC, por melhorias no calendário nacional, ele franziu a testa e esbravejou: “Já falei sobre isso em outras oportunidades”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade