Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Flamengo e Atlético-PR decidem campeão da Copa do Brasil no Maracanã

Gazeta Press e Luiz Felipe Fagundes Rio de Janeiro (RJ)

O campeão da Copa do Brasil de 2013 será conhecido nesta quarta-feira, a partir das 21h50 (de Brasília), quando Flamengo e Atlético-PR se enfrentam no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pelo segundo jogo da final. Na ida, na semana passada, houve empate por 1 a 1 e quem ganhar dessa vez dará a volta olímpica. Empate sem gols serve aos cariocas, pois os tentos anotados como visitante valem para critério de desempate. Novo 1 a 1 forçará a disputa de pênaltis e empates a partir de 2 a 2 farão os paranaenses comemorarem.

Jayme de Almeida, técnico do Flamengo, também não vê maiores influências do empate da ida no que vai acontecer nesta quarta-feira. Mas ele está otimista um pouco também por conta disso.

“Posso dizer sim que temos uma vantagem, mas ela é pequena, já que o adversário tem muita qualidade. Mas nosso time vem demonstrando ao longo desta Copa do Brasil que conseguiu maturidade suficiente para decidir as partidas e fazer aquilo que precisa para ganhar. Isso é o que me deixa mais confiante para o jogo desta quarta-feira”, disse Jayme.

Os jogadores flamenguistas concordam com o treinador, mas entendem que a principal força do time não está nem na maturidade dos atletas e sim no apoio que o Rubro-Negro carioca deverá receber das arquibancadas.

“Acredito que o Maracanã seja realmente o nosso principal aliado no jogo desta quarta-feira. A torcida do Flamengo teve um papel fundamental nesta Copa do Brasil, nos empurrando a eliminar adversários de grande qualidade técnica, como Cruzeiro e Botafogo, por exemplo. Mas uma vez teremos a oportunidade de decidir com ela do nosso lado e temos que aproveitar”, disse o lateral direito Leonardo Moura.

Em termos de escalação, Jayme de Almeida terá o lateral esquerdo André Santos, que teve uma torção no tornozelo esquerdo no jogo de ida, mas que se recuperou bem. Já o zagueiro Chicão não se recuperou a tempo de lesão muscular na coxa direita e foi vetado pelo Departamento Médico. Assim, Samir deverá ser o companheiro de zaga de Wallace.

Pelo rubro-negro paranaense, “fazer história” é o mantra do elenco desde a classificação para a final da competição. Perto de um título inédito, os jogadores querem escrever seu nome na sala de troféus do Furacão, conquistando uma vaga direta para a Libertadores da América e calando um Maracanã lotado. Porém, para isso, primeiro precisa passar pelo adversário, o que somente acontecerá se marcar no mínimo um gol.

Por isso, mesmo jogando fora de casa e com pressão, o técnico Vagner Mancini sabe que seu time precisará de equilíbrio para se defender bem e, com velocidade e bola no chão impor seu ritmo, criar as chances necessárias e aproveitá-las. Por isso, a primeira definição foi a escolha do substituir o meia Éverton, peça fundamental do meio-campo. Felipe, com boa atuação na goleada sobre o Náutico, deve ganhar vaga.

Mesmo com uma pequena chance de optar por mais um volante, no caso João Paulo, o próprio treinador praticamente descarta essa possibilidade, pregando a continuidade do sistema de jogo que tem dado certo. ‘Não tenho como mudar a forma do Atlético jogar, pedindo para eles muita posse de bola. Não é o que o Atlético faz em campo. O Atlético é um time de surpreender, que tem a transição com muita velocidade’, explicou.

Uma força extra estará fora de campo empurrando o Rubro-Negro paranaense. Pouco mais de seis mil atleticanos compraram ingressos e estarão nas arquibancadas empurrando o time. O momento é comparado ao título do Campeonato Brasileiro de 2001 e à final de Libertadores da América de 2005, dois principais momentos do clube em sua história. A rivalidade com o Coritiba também anima os torcedores, já que o rival disputou a decisão nas últimas duas decisões, sem sucesso, deixando a chance para o Furacão ser o primeiro time do Estado a conquistar o torneio.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO X ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã), no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 27 de novembro de 2013 (Quarta-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP)

FLAMENGO: Felipe, Leonardo Moura, Samir, Wallace e André Santos; Amaral, Luiz Antonio, Elias e Carlos Eduardo; Paulinho e Hernane
Técnico: Jayme de Almeida

ATLÉTICO-PR: Weverton, Juninho, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Deivid, Zezinho, Felipe e Paulo Baier; Marcelo e Ederson
Técnico: Vagner Mancini

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade