Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Goleiro Fábio entra para a história do Cruzeiro como capitão do tri

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O título do Cruzeiro tem vários protagonistas, mas talvez o goleiro Fábio seja o jogador que mais merece ser enaltecido por tudo que tem feito pelo clube, se tornando um dos atletas que mais vestiu a camisa da Raposa. Capitão da equipe, o goleiro celeste foi às lágrimas ao receber uma replica da taça de tricampeão.

“Glória a Deus por tudo isso. Toda a nação azul pode comemorar agora. O título Brasileiro é nosso. Estou muito feliz por tudo e este grupo merecia ser coroado com uma conquista como essa. Está todo mundo de parabéns pela campanha da equipe”, declarou.

Líder da equipe, Fábio chegou ao Cruzeiro em 1999, mas foi a partir de janeiro de 2005 que ele começou a mostrar que seria um dos maiores e mais respeitados goleiros do Brasil. Com defesas milagrosas e uma humildade impressionante, o arqueiro conquistou os cruzeirenses e provou ser diferenciado, faltando apenas o reconhecimento pela Seleção Brasileira.

Fábio já atuou em 532 partidas pelo Cruzeiro, sendo atualmente o sétimo jogador que mais jogou pelo clube. O ídolo cruzeirense está a apenas 25 jogos de ultrapassar Raul Plassmann e se tornar o goleiro que mais vestiu a camisa azul celeste.

Mas de todas estas partidas, as rodadas do Brasileirão deste ano, ficarão marcadas na memória do goleiro. Lances como a defesa do pênalti e do rebote batido por Fred na partida contra o Fluminense, no Rio de Janeiro, ou as exibições impecáveis de Fábio contra Grêmio e Fluminense, no Mineirão, serão certamente lembrados com carinho pelo torcedor cruzeirense.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade