Futebol - ( )

Guilherme teme perder espaço com troca no comando do Corinthians

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Guilherme é um dos jogadores que mais lamentaram a decisão do Corinthians de trocar Tite por Mano Menezes. Ele foi preparado pelo gaúcho de Caxias para substituir Paulinho e é visto como peça importante no time alvinegro, algo que pode mudar na próxima temporada.

“Dificulta um pouco a saída dele, mas, com qualquer um, a gente tem que trabalhar e dar o máximo. Como o Tite fala, é merecimento. Se, por acaso, eu não jogar, vou trabalhar para voltar de novo. É trabalhar, porque uma hora vai chegar a oportunidade”, afirmou o volante.

O atleta não tem ninguém no elenco atual que o ameace – seu reserva imediato é Ibson –, mas isso mudará caso se concretize o plano do Corinthians de recontratar Elias. Hoje no Flamengo, o meio-campista era figura de confiança de Mano em sua primeira passagem pelo clube do Parque São Jorge e foi por ele convocado para a Seleção.

Divulgação/Agência Corinthians
Guilherme é tão discípulo de Tite que repete com frequência as frases do ainda chefe (foto: Daniel Augusto Jr.)
“Não é oficialmente o Mano, não passaram isso para a gente. Por enquanto, é o Tite. Depois, pensamos no ano que vem. Se acertarem mesmo com o Mano, vamos trabalhar juntos. Não conheço o Mano, mas, no momento certo, a gente vai trabalhar com quem vier”, disse Guilherme.

Se tudo correr como espera o camisa 19, ele manterá o bom nível apresentado quando esteve em campo, livre de uma lesão grave na coxa. “Que o próximo ano seja o melhor possível. Que eu continue jogando, dando o máximo pelo Corinthians, com uma sequência boas sem condições, e agrade à torcida.”

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade