Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Hernane comemora gol no fim e Jaime fala em mérito coletivo

Rio de Janeiro (RJ)

Vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 15 gols, Hernane desperdiçou quase saiu como vilão no clássico contra o Fluminense, neste domingo. Após desperdiçar uma chance clara no início do segundo tempo, porém, o Brocador se redimiu com gol nos minutos finais (creditado na súmula como gol contra de Gum) e garantiu a vitória por 1 a 0 do Flamengo.

“Tem que acreditar. Tive duas chances e não fiz, uma embaixo da trave. Mas mais uma vez o gol saiu na hora certa, o jogo estava difícil. Graças a Deus consegui marcar e ajudar o Flamengo. A gente precisava dessa vitória para escapara de vez da zona de rebaixamento”, comemora.

Alexandre Vidal/Fla Imagem
Hernane perdeu chance clara, mas se redimiu voltando a ser decisivo no final da partida

Apesar da importância de Hernane, o técnico Jaime de Almeida prefere creditar a vitória a todos os jogadores do Flamengo. “Eu acho que o Hernane faz parte de um grupo, sem os outros ele não é nada”, diz o treinador.

“Quem fez o Flamengo vencer não foi o Hernane, foi a determinação, a vontade e o trabalho coletivo. O Flamengo não está nessa situação por causa de uma pessoa, mas porque tem um grupo de atletas que se ajuda, que acredita um no outro e que começou a trabalhar um pouco mais”, completa.

Para Jaime, as arquibancadas lotadas de torcedores rubro-negros no clássico deste domingo é reflexo da confiança que os jogadores do Flamengo conquistaram. "Esses meninos eram ridicularizados por alguns quando eu assumi. Não davam nada e estão dando a volta por cima por mérito deles. Hoje o Maracanã foi Flamengo. A torcida cantou e acreditou mesmo sem cinco titulares, porque percebeu que temos um time vibrante. Então ela tem acompanhado e vindo junto", conclui.

Alexandre Vidal/Fla Imagem
Jaime exalta evolução do elenco do Fla, antes ridicularizado e hoje apoiado pela torcida

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade