Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Icasa ganha na raça, segue no G-4 e complica o Paysandu

Juazeiro do Norte (CE)

O Icasa está cada vez mais perto da elite do futebol nacional. Nesta sexta-feira, o Verdão do Cariri contou com o apoio dos torcedores no Romeirão em Juazeiro do Norte e bateu o Paysandu por 2 a 1. A vitória garante os cearenses no G-4 por mais uma rodada, enquanto o time da Curuzu segue afundado na zona de rebaixamento.

Antes da bola rolar, o clima era de muita festa da torcida cearense. A proximidade do acesso empolgou os torcedores e até mesmo homenagens ao padroeiro da cidade, Padre Cícero, foram feitas no gramado e nas arquibancadas. A fé demonstrada pelos alviverdes parece ter surtido efeito entre os deuses da bola e logo no primeiro minuto o placar foi inaugurado.

O lateral direito Neílson recebeu lançamento do campo de defesa e apareceu livre na ponta. O camisa 2 dominou com tranquilidade, entortou a marcação de Pablo e cruzou de perna esquerda para o meio da área. Leandro saltou entre Fábio Sanches e Raul, testou firme e mandou sem nenhuma chance para o goleiro Matheus.

Arte GE.Net
Os paraenses tentaram responder aos nove em chute de longe do volante Zé Antônio, mas a bola saiu por cima da meta de João Ricardo. Aos 25, porém, o Verdão do Cariri voltou a mostrar suas armas. O lateral esquerdo Gustavo Goiano cobrou escanteio fechado, a bola encobriu Matheus e explodiu no travessão.

Neílson também teve a chance de empatar. O lateral direito encheu o pé depois de invadir a área e acertou a rede pelo lado de fora. Depois, o ala buscou cruzamento, viu a bola subir demais e quase surpreender Matheus, que estava adiantado. A falta de capricho dos icasianos, então, foi castigada aos 39 minutos.

Pablo fez boa jogada pela esquerda e tocou no bico da área para Eduardo Ramos. O meia girou com estilo para cima da marcação e arriscou de canhota. O chute saiu mascado, mas o goleiro João Ricardo não conseguiu agarrar e espalmou na pequena área. A defesa mandante parou e o lateral direito Yago Pikachu, sempre ele, só teve o trabalho de empurrar para as redes.

Juninho Potiguar ainda tentou recolocar o Icasa em vantagem no primeiro tempo, mas Matheus mostrou reflexo para fazer ótima defesa. Depois, já aos nove da etapa complementar, foi a vez de Fábio Sanches evitar o gol do atacante do time da casa. Eduardo Ramos, de longe, e Heliton, após falha bisonha de Naylhor, desperdiçaram para o Papão da Curuzu.

Aos 15 minutos, porém, a história do jogo começou a ser reescrita. Sidney Moraes lançou Elanardo na vaga de Gilmak e soltou o Verdão para o campo de ataque. A mudança melhorou o time cearense imediatamente e o Papão se viu encurralado no campo de defesa, tentando segurar de qualquer maneira a pressão dos donos da casa.

A barreira paraense durou até os 27 minutos. Chapinha fez fila da direita para o meio, tabelou com Juninho Potiguar na entrada da área e rolou para trás. Sem marcação e com visão de jogo, Elanardo chegou batendo de primeira. O chute colocado passou por toda a defesa bicolor, deixou Matheus vendido e morreu no ângulo superior esquerdo para explodir o Romeirão.

No lance seguinte, Fábio Sanches matou contra-ataque, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Era o fim de qualquer possibilidade de reação dos visitantes, enquanto a torcida cearense já entoava cantos prevendo o acesso do Icasa. O Verdão do Cariri chega aos 59 pontos e defende a posição no G-4 contra Chapecoense e Paraná Clube. Já o Paysandu tem 40 pontos e pega Bragantino e Sport para tentar evitar a queda à Série C.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade