Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Internacional em crise recebe o Botafogo, ameaçado no G-4

Vicente Fonseca e Gazeta Press Porto Alegre (RS)

Buscando reagir após a derrota de 1 a 0 para o Goiás, o Botafogo visita o Internacional neste domingo, às 17 horas (de Brasília), no Centenário em Caxias do Sul, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Glorioso aparece com 53 pontos e precisa de um bom resultado para não começar a se complicar na luta por uma vaga na Copa Libertadores da América.

A situação do Colorado, que não vence há quatro partidas, é ainda mais complicada. Isso porque o time gaúcho, que no fim de semana foi superado por 1 a 0 pelo Atlético-PR, tem 42 pontos e ainda não afastou matematicamente o risco de rebaixamento.

Oswaldo de Oliveira, técnico do Botafogo, tem procurado agir como psicólogo, pois desde a derrota de 4 a 0 para o Flamengo, pela Copa do Brasil, o grupo vem sendo questionado e a torcida trata a classificação para a Copa Libertadores como obrigação. A ordem para os jogadores é não fazer contas e não se sentir pressionados. Justamente por isso, o treinador vem pedindo foco somente no Colorado.

"Nós precisamos pensar apenas no jogo contra o Internacional. Tenho convicção de que com uma boa vitória neste domingo vamos reencontrar o nosso rumo no Campeonato Brasileiro e nos aproximarmos do nosso objetivo. Desde o começo sabíamos que a competição é complicada e que nenhuma meta seria alcançada com facilidade. Portanto, não estamos surpreendidos e precisamos começar a nos impor nos nossos jogos para construírmos o resultado que nos interessa. O passado tem que ficar para trás", disse Oswaldo.

Divulgação/Botafogo F. R.
Oswaldo de Oliveira espera que Seedorf reencontre o bom futebol para surpreender o Inter no Sul
Não olhar para trás é um luxo que o Internacional não pode se dar. Com uma das piores campanhas do returno, o Inter tenta uma vitória para não ver a distância para o Z-4 diminuir ainda mais. Hoje, ela é de seis pontos.

"Temos que começar a olhar para trás. Precisamos ainda fazer seis ou sete pontos para ficarmos tranquilos. Estamos em uma zona indefinida da tabela, e temos que fazer pontos. Qualquer pontinho agora passa a ser importante", afirmou o meia argentino e capitão D’Alessandro.

O Botafogo também pretende olhar para trás para não cometer erros do passado. Na semana passada, no confronto direto contra o Goiás, fora de casa, o Alvinegro levou o único gol do confronto aos 44 minutos do segundo tempo. O fato já tinha se repetido em confrontos anteriores, inclusive contra o próprio Internacional no primeiro turno, no Maracanã.

Naquela ocasião o Alvinegro cedeu o gol de empate por 3 a 3 nos acréscimos do segundo tempo. No duelo os gols alvinegros foram anotados por Vitinho (2), que hoje está no CSKA Moscou, da Rússia, e Seedorf. Fabrício e Scocco (2) garantiram a igualdade ao Colorado.

"Nós não podemos perder a concentração um único momento e isso passa por um posicionamento sempre correto dentro de campo. O Botafogo perdeu alguns pontos importantes porque levou gols em momentos que não podia. Portanto, nesta etapa do Campeonato Brasileiro, faltando apenas seis jogos e com dezoito pontos para disputar, não podemos abrir a guarda um único momento", alertou o zagueiro Bolívar.

A curiosidade do confronto é que, vencendo, o Inter ajudará seu maior rival. O Botafogo é adversário direto de tabela do Grêmio. Com a possibilidade de São Paulo ou Ponte Preta ganharem a Copa Sul-Americana, o G-4 do Brasileirão pode até mesmo virar G-3, o que retiraria uma vaga ao torneio continental, acirrando ainda mais a disputa.

Alexandre Lops/SCI
D'Alessandro tem sido a principal peça do Inter em campanha irregular no Campeonato Brasileiro
"Nós não podemos pensar em nada que não seja a nossa necessidade de somar os pontos que precisamos para ficarmos em situação um pouco melhor na tabela de classificação", declarou o técnico Clemer.

Em termos de escalação, a única alteração no Botafogo em relação à formação que foi derrotada pelo Goiás deverá ser a entrada do zagueiro Dória, que cumpriu suspensão, na vaga de André Bahia. O meia Lodeiro está fora do jogo, porque vai se apresentar à seleção uruguaia para a disputa da repescagem das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014. Ele perderá os três próximos jogos do time no Brasileirão.

No Inter, sem poder contar com o zagueiro Juan, com o atacante Leandro Damião e nem com o lateral direito Gabriel, lesionados, Clemer deve escalar Alan, Ednei e Scocco entre os titulares. Kleber, Alex e Índio ficam fora por opção técnica, dando lugar a Fabrício, Otávio e Jackson. A única dúvida é no meio, entre Jorge Henrique e Caio. João Afonso, retornando de suspensão, ocupará a vaga de Aírton na cabeça de área, enquanto Forlán, convocado pela seleção uruguaia para a disputa da repescagem das eliminatórias, é desfalque.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X BOTAFOGO

Local: Estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS)
Data: 10 de novembro de 2013 (Domingo)
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-SC)
Assistentes: Alessandro de Matos (Fifa-BA) e Neuza Back (SC)

INTERNACIONAL: Muriel, Ednei, Alan, Jackson e Fabrício; João Afonso, Willians, Otávio e D’Alessandro; Caio (Jorge Henrique) e Scocco
Técnico: Clemer

BOTAFOGO: Jéfferson, Edilson, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Gegê, Seedorf e Rafael Marques; Elias
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade