Futebol/Copa Sul-americana - ( - Atualizado )

Jogador do São Paulo lamenta: “Foi um dos piores anos do clube”

Helder Júnior São Paulo (SP)

O São Paulo já pode fazer o seu balanço de final de ano. Eliminado da Copa Sul-americana pela Ponte Preta e sem pretensões nas duas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, os comandados de Muricy Ramalho estão com tempo livre para refletir sobre os erros cometidos em 2013.

“Foi um dos piores anos do clube”, lamentou o volante Denilson, bastante cabisbaixo ao conceder entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira. “Já começou ruim na Libertadores, quando perdemos para o Atlético-MG. No Campeonato Brasileiro, enfrentamos um momento muito difícil. Aí, estávamos bem na Sul-americana e pecamos contra a Ponte Preta, principalmente dentro de casa, com tudo a nosso favor”, acrescentou.

Apesar de enfatizar bastante a autocrítica, Denilson já não quer mais pensar no passado. O volante apoiou a iniciativa de Muricy Ramalho de dar a oportunidade de jogadores pouco aproveitados enfrentarem Criciúma e Coritiba e avisou: “Procuro esquecer 2013. Foi um ano muito ruim. Vamos apagar e pensar em 2014”.

Denilson só evitou apontar culpados pelos problemas enfrentados pelo São Paulo na temporada. Disse ser “muito homem” para conhecer as suas próprias falhas e defendeu a qualidade do elenco tricolor.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Denilson estava cabisbaixo no dia seguinte à eliminação do São Paulo da Copa Sul-americana
“Não posso afirmar que o nosso time é limitado. Temos jogadores de alta qualidade aqui. Infelizmente, futebol é resultado. Se ganha, você é o melhor. Se perde, não serve mais para o São Paulo. No ano passado, conquistamos a Sul-americana e fomos considerados alguns dos melhores do Brasil”, recordou Denilson, saudosista. “Mas vamos refletir bem até o final do ano”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade