Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Kleina mantém Marcelo Oliveira e escala 4-4-2 com Juninho e Vinicius

William Correia São Paulo (SP)

Após dois treinos fechados na Academia de Futebol, a surpresa preparada por Gilson Kleina para enfrentar o Joinville às 16h20 (de Brasília) deste sábado, no Pacaembu, é a volta de Juninho. O Palmeiras entrará em campo no 4-4-2 com Marcelo Oliveira, provavelmente, como volante e Vinicius ao lado de Leandro no ataque.

O Verdão foi escalado da seguinte forma para atuar na 34ª rodada da Série B do Brasileiro: Fernando Prass; Wendel, André Luiz, Henrique e Juninho; Marcelo Oliveira, Márcio Araújo, Wesley e Valdivia; Leandro e Vinicius.

Para este fim de semana, o treinador não poderá contar com o volante Eguren e o atacante Alan Kardec, e o lateral direito Luis Felipe, que reclama de dores nas canelas. Os três foram titulares no empate com o Paraná, no sábado passado, e serão substituídos por Juninho, Vinicius e Wendel. O zagueiro Vilson e o meia Mendieta, com problemas no joelho esquerdo, continuam fora.

Por conta do mistério adotado por Kleina, não há certeza se Marcelo Oliveira atuará na sua posição original, como volante, mas é bem provável que ele fique no meio-campo. Assim, a formação mantém a estrutura tática que teve em Curitiba com Eguren preocupado em marcar para liberar ainda mias Márcio Araújo e Wesley. De qualquer forma, Marcelo Oliveira também pode fechar pela esquerda para Juninho subir.

No banco de reservas, o ainda comandante do Verdão terá o goleiro Bruno, o zagueiro Tiago Alves, o lateral direito Bruno Oliveira, o lateral esquerdo Fernandinho, o volante Renatinho, o meia Felipe Menezes, os meia-atacantes Serginho, Ronny e Ananias e o centroavante Caio.

Já o Joinville foi escalado por Sergio Ramírez com: Ivan; Eduardo, Rafael, Sandro, Rafinha; Augusto Recife, Marcus Vinícius, Marcelo Costa, Diogo Oliveira e Wellington Bruno; Edigar Júnio. Ficam no banco Oliveira, Diego Jussani, Naldo, Thiago Feltri, Hernany, Martin Liguera, Clebinho, Ronaldo e Kim.

Se vencer o Joinville neste sábado, bastará ao Verdão torcer para que a Chapecoense não vença o Paraná às 19h30 de terça-feira para ser campeão antecipadamente. Para não depender dos catarinenses, o Palmeiras precisa somar quatro dos seis pontos que disputará diante de Joinville e Paysandu, às 21h50 de terça-feira em Belém, para ser campeão nas duas próximas rodadas.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade