Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Lesionado, Rivaldo rescinde contrato com São Caetano aos 41 anos

São Caetano do Sul (SP)

Contratado pelo São Caetano no início desta temporada, o meio-campista Rivaldo chegou ao clube paulista em busca de comprovar que era capaz de seguir atuando em alto nível no futebol nacional. Entretanto, nesta quinta-feira, o experiente atleta, de 41 anos, divulgou rescisão contratual, ficando de fora das últimas rodadas do Campeonato Brasileiro da Série B desta temporada.

“Bom dia. Quero comunicar que, a partir de hoje, não jogo mais pelo São Caetano. Não consegui me recuperar das dores no joelho. Gostaria de agradecer a todos que fazem parte do clube, principalmente ao presidente Nairo (Ferreira de Souza)”, afirmou o jogador através de publicação no Twitter.

Em contato com a reportagem da Gazetaesportiva.net, a assessoria de imprensa do São Caetano confirmou que o meio-campista e a diretoria se reuniram na noite desta quarta-feira e, em comum acordo, acertaram rescisão sem multa para ambos os lados. No entanto, o vínculo ainda não foi desfeito oficialmente.

Desde que chegou ao São Caetano, Rivaldo disputou 19 partidas, sendo dez como titular, e marcou dois gols. A última vez que o atleta esteve em campo foi na derrota por 2 a 1 contra o Avaí, em 2 de outubro, na Ressacada. Naquela ocasião, o meio-campista atuou até os 21 minutos da etapa complementar, quando foi substituído por Dudu.

Rivaldo foi detectado com lesão degenerativa no menisco medial e um Cisto de Baker no joelho direito em junho deste ano. O atleta tentou evitar procedimentos cirúrgicos e realizou fisioterapia, mas precisará passar por artroscopia na região ainda neste ano e não poderia mais atuar na Série B. Ainda em dúvida, o atleta não sabe se encerrará a carreira. O São Caetano, com 32 pontos, está na zona de rebaixamento, ocupando a 19ª colocação.

"Fui muito bem recebido aqui no São Caetano. Não tenho o que reclamar da diretoria ou dos meus companheiros de grupo. Lamento pelos resultados que não foram os esperados. Gostaria de ajudar meus companheiros neste momento delicado, mas a lesão impossibilita o meu aproveitamento", lamentou o penatacampeão mundial.

Eleito melhor jogador do mundo pela Fifa (Federação Internacional de Futebol Associado) em 1999, Rivaldo atuou por grandes clubes do cenário esportivo, como Barcelona, Milan, Palmeiras, Corinthians, São Paulo e Cruzeiro. O principal momento de sua carreira, porém, foi pela Seleção Brasileira, onde conquistou o título da Copa do Mundo de 2002. Além disso, triunfou na Copa das Confederações (1997), Copa América (1999) e bronze nos Jogos Olímpicos de Atlanta (1996).

"Inicialmente pretendo passar algumas semanas com a minha família. Depois vou fazer a cirurgia no joelho. Após o período de recuperação vou decidir se continuo jogando ou se me aposento", revelou o meia, que nunca escondeu o desejo de encerrar a carreira pelo Santa Cruz. 

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade