Futebol/Copa Sul-americana - ( - Atualizado )

Luis Fabiano ri de amarelo no banco e põe culpa em gandula

Medellín (Colômbia)

Substituído no começo do segundo tempo, Luis Fabiano conseguiu ser advertido pelo árbitro nos acréscimos do jogo desta quarta-feira, contra o Atlético Nacional. O são-paulino recebeu cartão amarelo aos 47 minutos por jogar uma segunda bola em campo com a partida em andamento.

"Só rindo mesmo, porque consigo tomar cartão até no banco", ironizou, ao deixar o Estádio Atanasio Girardot. "Joguei a bola para o gandula, ele não pegou, ela entrou. Não sei se isso requer punição. A gente está cansado de ver isso, acontece direto. Se for assim, gandula tem que tomar cartão amarelo toda hora".

Rubens Chiri/www.saopaulofc.net
Centroavante passou em branco nesta quarta-feira
Se o cartão foi culpa do gandula, em sua opinião, Luis Fabiano ao menos assumiu o desempenho aquém do esperado no tempo em que esteve em campo, ao lado de Aloísio. O camisa 9 voltou a atuar depois de ser preservado pelo técnico Muricy Ramalho no fim de semana, em rodada do Campeonato Brasileiro, por questões físicas.

Questionado sobre qual avaliação fazia de sua atuação, ele preferiu exaltar a conquista da vaga para a semifinal da Copa Sul-americana, embora tenha reconhecido mais uma vez não estar em plenas condições de jogo.

"O importante é valorizar a classificação. É lógico que não estou vivendo um momento que gostaria de viver, não estou fisicamente no nível em que gostaria de estar. Mas, paciência. É o que eu posso dar. Infelizmente, as lesões atrapalharam muito. Só jogando é que as coisas vão voltar ao normal", opinou.

Ele e o restante da delegação retornaram na manhã desta quinta-feira ao Brasil. A julgar pelo planejamento recente da comissão técnica, é possível que ele não viaje a Curitiba para enfrentar o Atlético-PR, no domingo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade