Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Luis Fabiano sai satisfeito, mas 3º amarelo desagrada Muricy

Itu (SP)

Poupado do jogo anterior para se preparar melhor, Luis Fabiano saiu satisfeito de campo nesta quarta-feira, ao final da vitória por 2 a 0 sobre o Flamengo, em Itu. Ele não fez gol, mas atuou em tempo integral, correu mais do que o comum e sofreu o pênalti convertido por Rogério Ceni.

"Venho treinando bastante para melhorar. Tive uma melhora muito legal. Batalhei bastante, consegui me movimentar. Não senti, em nenhum momento, a parte física. Adquirindo um pouquinho mais de força, voltarei a ser o cara que eu era", disse, no Estádio Novelli Júnior.

O técnico Muricy Ramalho, responsável por adotar trabalho diferenciado com o atacante - com o argumento de que ele não reúne condições físicas ideais -, também destacou seu empenho, mas não gostou do terceiro cartão amarelo recebido por ele, ao levar a mão à bola, após dividida com o zagueiro Chicão. Por esse motivo, ele não enfrentará Fluminense, no Rio de Janeiro.

"Ele entendeu que tem que lutar um pouco mais. Mesmo que não tenha sido fantástico nas conclusões, pelo menos participou um pouco. Hoje em dia, não dá para começar com 10, tem que ter 11. Ele sabe disso. Só não fez o correto de não ficar sem cartão. Para ele, seria muito importante o jogo de domingo. Ele estava pendurado e, infelizmente, tomou cartão", cobrou.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Atacante demonstrou mais disposição nesta quarta-feira, mas acabou sendo suspenso para a próxima partida
Será a terceira vez que Luis Fabiano cumprirá suspensão no Campeonato Brasileiro. Ele já havia completado a série de três amarelo uma vez, além de ter recebido um vermelho. Quem também está suspenso agora é Denilson. O volante foi outro são-paulino pendurado a ser advertido.

Apesar da crítica do treinador, parte dos são-paulinos presentes em Itu gritou o nome de Luis Fabiano nos minutos finais do jogo. "A torcida sempre vai estar do lado daquele que tenta. Fico feliz de estar passado momento como esse e ter apoio da torcida", falou o jogador, que tem 21 gols e divide a artilharia da temporada com Aloísio, atacante que não atuou por conta de dores musculares.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade