Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Luis Ricardo deixa São Paulo como assunto para o ano que vem

São Paulo (SP)

Sonho antigo do São Paulo, Luis Ricardo não gosta de tratar o assunto publicamente. O lateral direito da Portuguesa está apalavrado há algum tempo, mas depende de acerto entre os clubes para vestir a camisa tricolor a partir da próxima temporada.

"Eu só tenho a dizer que estou defendendo a Portuguesa e vou honrá-la enquanto estiver aqui. Se o São Paulo me quiser, vai ser para o ano que vem. Então, vou honrar aqui até o final do ano", disse o jogador de 29 anos, no sábado, dia em que foi derrotado por sua possível futura equipe.

Apesar do revés por 2 a 1, no Morumbi, Luis Ricardo deixou boa impressão mais uma vez. Foi dele o único gol da Portuguesa. Aos 41 minutos do primeiro tempo, ele pegou rebote dentro da área e emendou de primeira, colocando a bola no ângulo esquerdo do goleiro Rogério Ceni para empatar o placar.

Durante a atual temporada, o lateral esteve muito próximo de se transferir para o Palmeiras. Seu contrato foi ampliado até junho de 2016 justamente para que a Portuguesa tivesse maior compensação financeira, porém o negócio acabou não se concretizando. Depois disso, ele passou a ser alvo constante do vizinho de CT.

Há meses, os dois clubes trocam propostas. A última oferta são-paulina foi de R$ 1,5 milhão mais dois jogadores por empréstimo. A diretoria da Portuguesa balançou, mas tem tentado incluir na negociação o repasse de uma dívida de cerca de R$ 500 mil de salário com o meia argentino Cañete, que pertence ao São Paulo e está no Canindé por empréstimo.

A lateral direita é um setor crônico no elenco tricolor. Douglas, dono da posição, não agrada e é o único vaiado pela torcida no anúncio da escalação do time. Mateus Caramelo e Lucas Farias, outros nomes à disposição para a posição, passam ainda menos confiança ao técnico Muricy Ramalho.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade