Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Mancini promete força total para novo duelo com o Inter na temporada

Curitiba (PR)

Pela quarta vez em 2013, o Atlético-PR terá o Internacional como adversário. E embora as atenções no clube estejam voltadas para a semifinal da Copa do Brasil diante do Grêmio, o técnico Vágner Mancini promete escalar força máxima na partida contra os colorados, marcada para as 19h30 (de Brasília) de domingo na Vila Capanema.

O treinador tem apenas dois desfalques confirmados para o jogo válido pela 32ª rodada da Série A. O lateral esquerdo Pedro Botelho e o atacante Marcelo estão em reta final de recuperação após sofrerem lesões musculares, mas ainda não reúnem condições para entrar em campo. Além deles, o lateral direito Léo deixou o treino de sexta-feira mais cedo e é dúvida.

Mancini sabe que a maratona de jogos decisivos no Brasileirão e na Copa do Brasil aumentará o desgaste do elenco, mas garante que não poupará ninguém. Segundo o comandante rubro-negro, os jogadores do Furacão sabem que a temporada está no fim e que o esforço dentro de campo poderá ser recompensado, no mínimo, com uma vaga na Copa Libertadores da América.

“Mudanças demais interferem no padrão tático do time, obrigam você a remontar sistemas. Sempre que a equipe é mantida, a chance de ter êxito é maior. Daqui até o final do ano faltam poucos jogos perto do que foi jogado no ano inteiro. Dá pra exigir do atleta tudo o que ele pode render em termos físicos e técnicos. Vamos utilizar sempre os melhores, a não ser que eles estejam próximos de sofrer uma lesão”, justificou à TV CAP.

Já sobre o duelo deste domingo com o Inter, Mancini sabe que terá dificuldades para sair com uma vitória, mesmo contando com o apoio da torcida. O técnico, entretanto, confia que seus jogadores lembrarão dos erros e acertos cometidos nos três empates com os gaúchos no ano – 2 a 2 no 1º turno do Brasileirão, 1 a 1 no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil e 0 a 0 na volta.

“As duas equipes já se conhecem muito. Os atletas mesmo já sabem o que vão encontrar de dificuldade e o que deve ser feito para reverter. O importante é que a gente mantenha a boa fase, com disposição e entrega. Formamos um conceito no elenco de entrega e isso tem sustentado a equipe”, exaltou o treinador do Furacão.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade