Futebol/Copa do Brasil - ( )

Mancini quer usar tropeço do Furacão como exemplo para a decisão

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

A goleada sofrida pelo Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro, foi um choque para o torcedor do Atlético Paranaense, que se acostumou com grandes resultados nesta temporada, mas não deve mexer negativamente com a equipe. O técnico Vágner Mancini, inclusive, espera usar a má apresentação como exemplo para a equipe não repetir as falhas no momento em que não puder tropeçar mais.

“Essa derrota pode ser usada a nosso favor, porque na quarta-feira temos uma final e não podemos entrar dessa maneira”, afirmou o comandante rubro-negro, que admite que a final da Copa do Brasil pode ter mexido com o grupo. “Acredito que alguns atletas já estavam pensando na final e é difícil que isso não aconteça. Mas estamos em duas fases distintas e temos que estar preparados para enfrentar”, emendou.

Aliás, a promessa é de que o primeiro encontro da decisão seja muito diferente do que foi visto do final de semana. “Estamos chateados com o resultado, mas vai servir de lição e seremos bem diferentes na quarta. Diante da torcida, temos que apagar o que foi visto e tenho muita confiança que seremos outra equipe contra o Flamengo. Foram vistos muitos erros, o que não é comum no nosso time”, garantiu o técnico.

Mancini também acredita que a sinergia com o torcedor não foi abalada e que a Vila lotada será um jogador a mais em campo para empurrar o Furacão. “É uma final inédita para o Atlético e tenho certeza que teremos o apoio do nosso torcedor. Dentro de campo teremos que fazer com que o torcedor se sinta convicto e que a equipe faça o necessário para vencer”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade