Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Marcos torce por renovação de Kleina, mas deixa assunto para direção

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

Aposentado na época em que Luiz Felipe Scolari ainda era o técnico do Palmeiras, Marcos defendeu Gilson Kleina nesta terça-feira. Apesar de não ter sido dirigido pelo treinador, o ex-goleiro manifestou seu apoio à permanência do comandante, que tem contrato apenas até o fim da temporada.

“Sou a favor (da renovação), porque o Kleina chegou no ano passado, quando o time estava para cair, e permaneceu durante toda a Série B. No meu ponto de vista, ele tem de continuar, mas não sou eu que decido, o clube está cheio de gente para definir o futuro dele. Só torce para que permaneça”, afirmou o ex-jogador, durante evento de lançamento do filme sobre sua vida.

Gilson Kleina chegou ao Palmeiras no decorrer do Brasileirão do ano passado, para substituir Felipão, com a missão de salvar a equipe do rebaixamento. Mesmo sem ter alcançado o objetivo, o treinador foi mantido do cargo nesta temporada, superando até a troca de presidente: saiu Arnaldo Tirone e chegou Paulo Nobre.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Marcos lançou filme sobre sua vida nesta terça e deu opinião sobre o futuro de Gilson Kleina
Agora, o futuro do treinador é uma incógnita. A direção alviverde ainda não definiu a renovação e também não confirma sua saída. Marcos, então, prefere não se envolver. Desde que anunciou sua aposentadoria, no início de 2012, o ex-goleiro se tornou integrante de campanhas de marketing do clube, mas deixa claro que não toma decisões na cúpula alviverde.

“É uma questão de diretoria a definição do treinador. E há jogadores que estão acabando contrato também, mas só a diretoria e o Paulo Nobre podem decidir. Sei muito pouco sobre o ano que vem, só sei que teremos muita coisa (ações de marketing) para o centenário”, acrescentou.

Além de Kleina, o Palmeiras tem 13 jogadores com contratos apenas até dezembro: Leandro, Vilson, Léo Gago, Rondinelly, Marcelo Oliveira, Charles, Ananias, Márcio Araújo, Bruno, Ronny, André Luiz, Fernandinho e Wendel.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade